Novo preparador físico do Juventude fala em condicionar e prevenir lesões - Esportes - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Contratado31/03/2020 | 13h25Atualizada em 31/03/2020 | 13h25

Novo preparador físico do Juventude fala em condicionar e prevenir lesões

Profissional de 42 anos estava no CRB e já trabalhou no clube

Novo preparador físico do Juventude fala em condicionar e prevenir lesões Douglas Araújo / Ascom CRB/Ascom CRB
Foto: Douglas Araújo / Ascom CRB / Ascom CRB

O Juventude anunciou oficialmente, nesta terça-feira (31), o nome do novo preparador físico para a sequência da temporada. Gian Oliveira, 42 anos, que inclusive já trabalhou no clube e atualmente estava CRB.

Leia Mais
Quiz: você conhece esses jogadores que vestiram a camisa do Juventude?

Gian é natural de Guaporé e formado em Educação Física pela Universidade de Caxias do Sul (UCS). O profissional possui pós-graduações em Treinamento Desportivo e Fisiologia do Exercício pela Universidade Gama Filho/PoA. Além disso, tem a Licença da CBF para Preparação Física no Futebol e mais de dez cursos voltados ao esporte.

—   É uma oportunidade muito boa. Eu viso continuar meu crescimento profissional, juntamente com o crescimento do Juventude. O meu sucesso vai ser o sucesso do clube, principalmente nesta Série B  —  disse o preparador.

Gian Oliveira foi preparador físico do próprio Juventude em 2015, na equipe Sub-20 com o técnico Tiago Nunes, com quem trabalhou posteriormente no Brasília. A partir daí, não seguiu mais com o treinador. Após isso, trabalhou no Campinense, Luverdense, Novorizontino, Santa Cruz (PE) e CRB, onde estava desde o começo de 2018. 

No interior do Rio Grande do Sul, trabalhou Esportivo, Brasil-Far, Inter-SM e União Frederiquense. 

 —  Eu sou da região, conheço bem o futebol gaúcho e a cultura, além de conhecer bem o Juventude. Me considero um preparador físico bem atualizado. Busco me especializar sempre. No futebol, teu time tem que ter três qualidades: resistência, força e velocidade.  Gosto e realizo muito trabalho de força, mas o processo de condicionamento físico específico precisa ser dentro de campo e integrado ao modelo de jogo do treinador  —   afimou Gian. 

A grande preocupação do torcedor e do clube, durante o começo da temporada, foram os elevados números de lesões. Para a sequência do ano, a tendência é que o Juventude tenha pouco tempo de intertemporada, mas o novo preparador físico buscará minimizar essa situação.

 —  Sempre que o atleta fica parado, acontece um grande prejuízo. Já me passaram todos os dados desse início. Teremos que condicionar os caras em pouco tempo e prevenir lesão. Vamos fazer o possível para conseguir minimizar os índices do início da temporada  —  analisou.

Leia Também
Vamos treinar? Dica para quem tem dificuldade de locomoção ou passa muito tempo sentado

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros