Jogos marcantes: relembre a goleada do Juventude contra um campeão mundial - Esportes - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Você lembra?31/03/2020 | 13h30Atualizada em 08/04/2020 | 17h56

Jogos marcantes: relembre a goleada do Juventude contra um campeão mundial

Duelo aconteceu pelo Campeonato Brasileiro da Série A

Jogos marcantes: relembre a goleada do Juventude contra um campeão mundial Ricardo Wolffenbüttel/Agencia RBS
Foto: Ricardo Wolffenbüttel / Agencia RBS

O dia 28 de setembro de 2003 ficará na história do Juventude. A equipe, então comandada por José Luiz Plein, goleou o Corinthians, no estádio Alfredo Jaconi, por 6 a 1. Os gols alviverdes foram marcados por Neto, Manzi, Hugo, Mineiro, Marcelo e Felipe. Já os paulistas descontaram com Jamelli.

Leia Mais
Quiz: você conhece esses jogadores que vestiram a camisa do Juventude?

Um jogo marcante para todo Jaconero. Essa foi a maior goleada da história do Ju em Campeonatos Brasileiros e construída sobre um adversário campeão mundial e com a segunda maior torcida do país. A vitória alviverde foi tão acachapante que o técnico Geninho pediu demissão após a partida em Caxias do Sul. 

Naquele campeonato, o Juventude  chegou a ter o pior ataque do da competição, porém marcou 11 gols nos últimos três jogos, desde que Plein assumiu a equipe.  Mesmo com a grande campanha de sete pontos em nove disputados, José Luiz Plein não foi efetivado e continuaria como técnico interino contra o Fortaleza, na rodada seguinte.

Goleada foi destaque no Pioneiro do dia 29 de setembro de 2013Foto: Pioneiro / Arquivo

Ficha técnica
Juventude 6x1 Corinthians

Data: 28/09/2003
Local:
Estádio Alfredo Jaconi
Árbitro:
Alicio Pena Júnior
Público: 8.713 pessoas  
Gols: Neto, Manzi, Hugo, Mineiro, Marcelo e Felipe (J);  Jamelli (c) 

Juventude
Márcio; Mineiro, Neto, Índio e Marcão; Evandro, Léo Inácio, Marcelo e Hugo (Donizete Amorim); Leonardo Manzi (Renatinho) e Tailson (Felipe). Técnico: Plein.

Corinthians
Rubinho; Coelho, Anderson, Marquinhos e Moreno (Wendel); Fabinho, Fabrício, Jamelli e Robert (Jô); Gil e Bobô (Pingo). Técnico: Geninho. 

Leia Também
Intervalo: Com espírito brigador, técnico Pintado tem mesma postura de quando era jogador

>
 
 
 
 
Pioneiro
Busca