Esportivo vence mais uma na Montanha dos Vinhedos e segue na briga pelo título do Interior - Esportes - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Gauchão15/03/2020 | 18h21Atualizada em 15/03/2020 | 18h21

Esportivo vence mais uma na Montanha dos Vinhedos e segue na briga pelo título do Interior

Alviazul fez 2 a 1 no Pelotas, com gols de Flávio Torres e Emerson

Esportivo vence mais uma na Montanha dos Vinhedos e segue na briga pelo título do Interior Kévin Sganzerla / NB, Divulgação/NB, Divulgação
Foto: Kévin Sganzerla / NB, Divulgação / NB, Divulgação

O Esportivo está forte na briga por uma vaga na semifinal da Taça Francisco Novelletto e para a Série D de 2021. O alviazul manteve seu excelente retrospecto dentro do Estádio Montanha dos Vinhedos, neste domingo (15), e venceu o Pelotas por 2 a 1. O resultado também permite seguir sonhando com um título do Interior, já que o time chegou aos 14 pontos e está encostado no bloco superior da classificação geral.

Leia Mais
Em jogo de pouca inspiração, Juventude e Aimoré não saem do zero em São Leopoldo
Esportivo recebe o Pelotas de olho na classificação geral

Na próxima rodada, o time de Bento Gonçalves encara o Ypiranga, fora de casa, ainda com data a confirmar. O Gauchão pode ser paralisado devido ao coronavírus.

O primeiro tempo teve muito equilíbrio nas ações, mas o Esportivo foi quem teve a primeira grande chance de gol. Após escanteio da esquerda, a bola sobrou para o zagueiro Luís Eduardo e ele chutou na direção do gol, mas a bola desviou na mão do jogador de Pelotas. Pênalti. Sapeka cobrou rasteiro no canto esquerdo e o goleiro Doulgas defendeu.

Aos 15, Rômulo cruzou da esquerda, Douglas saiu errado e o atacante Emerson desviou para fora. O Lobo só conseguiu chegar aos 20. A bola sobrou para Juliano, livre na área, chutar totalmente errado e perder a chance. Aos 30, o volante Mateus Santana chutou de fora da área e sem perigo contra o gol do Esportivo.

O jogo se encaminhava para um empate sem gols nos primeiros 45 minutos, mas o Tivo conseguiu balançar as redes. Rômulo cruzou para a entrada da área, a bola chegou em Bovi no lado direito. Ele soltou a bomba, Douglas deu rebote na pequena área e Flávio Torres concluiu para rede: 1 a 0. Num primeiro tempo de equilíbrio, melhor para o clube de Bento Gonçalves.

Já na volta do intervalo, o alviazul conseguiu ampliar a vantagem. Em cobrança de falta da intermediária direita, Rômulo colocou a bola na cabeça do jovem Emerson. Ele desviou ainda no primeiro poste e encobriu o goleiro Douglas para morrer no fundo da rede: 2 a 0. O primeiro gol do garoto como profissional.

Com a vantagem, o Esportivo recuou e o Pelotas partiu para o desespero que a zona do rebaixamento desperta ao áureo-cerúleo. Winck foi para o sistema 4-2-4, com Tadeu e Jean Roberto centralizados, tendo Jô e Hugo Sanches abertos. Na velocidade deste último, surgiu o gol do Lobo. Em contragolpe rápido, aos 26, Hugo levou a bola para área e tocou rasteiro para trás, onde Tadeu completou para o gol: 2 a 1.

Aos 29, o goleiro Renan fez uma daquelas defesas plásticas. Juliano Tatto cobrou falta da intermediária, buscou o ângulo direito e o goleiro buscou de mão trocada. O fim de jogo ficou dramático. O clube da Zona Sul, por mais desorganizado que chegasse, tinha faltas laterais para levar perigo. O time de Bento soube administrar a pressão e sair com o resultado positivo. Do estacionamento, poucos torcedores viram um importante triunfo do Esportivo, que ainda ajudou o Juventude, que está saiu da zona de rebaixamento. 

FICHA TÉCNICA

Esportivo: Renan; Bovi, Cleiton, Luís Eduardo e Rômulo; Galiardo, Lucas Hulck; Emerson (Robert, 15/2º), João Pedro (Marcão, 37/2º) e Gustavo Sapeka (Caprini, 31/2º); Flávio Torres. Técnico: Carlos Moraes.

Pelotas: Douglas; Felipe, Pedrão (Tadeu, 10/2º), Wendel e Juliano Tatto; Flipe Guedes, Schmoller, Mateus Santana; Juliano (Jô, 18/2º), Talles Cunha (Jean Roberto, int) e Hugo Sanches. Técnico: Luiz Carlos Winck.

Gol: Flávio Torres (E), aos 38min, no primeiro tempo. Emerson (E), aos 4min, e Tadeu (P), aos 26min, no segundo tempo.

Árbitro: Leandro Vuaden, auxiliado por Maurício Silva Penna e Claiton Timm.

Amarelos: Galiardo, João Pedro (E); Mateus Santana (P).  

Leia Também
CBF suspende competições no país por tempo indeterminado a partir desta segunda-feira

 
 
 
 
Pioneiro
Busca