Em jogo de pouca inspiração, Juventude e Aimoré não saem do zero em São Leopoldo - Esportes - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Gauchão14/03/2020 | 21h18Atualizada em 14/03/2020 | 23h29

Em jogo de pouca inspiração, Juventude e Aimoré não saem do zero em São Leopoldo

Com o empate, Verdão está momentaneamente fora da zona de rebaixamento

Em jogo de pouca inspiração, Juventude e Aimoré não saem do zero em São Leopoldo Arthur Dallegrave/Divulgação
Foto: Arthur Dallegrave / Divulgação
Pioneiro
Pioneiro

Os poucos presentes no Estádio Cristo Rei assistiram a um sonolento empate em 0 a 0 entre Aimoré e Juventude. As equipes estiveram pouco inspiradas e construíram poucas chances de gol no duelo que teve portões fechados para os torcedores em São Leopoldo. Com o empate, o Verdão está momentaneamente fora da zona do rebaixamento e torce contra São Luiz e Pelotas, que jogam neste domingo, para encerrar a rodada na 10ª posição na classificação geral.

Sem contar com os suspensos Eltinho e Bruno Alves, o técnico Marquinhos Santos optou pela improvisação de John Lennon como lateral-esquerdo e a estreia de Lucas Ontivero no ataque. Além disso, Marciel retornou ao time titular, com a ida de Pedro Ken para o banco de reservas.

O Juventude dominou a posse de bola primeiro tempo e criou as principais oportunidades. Inicialmente, ameaçou o gol do Aimoré com chutes de longa distância, com Renato Cajá aos 9', Marciel aos 11' e Ontivero aos 18'.

Aos 27 minutos, a melhor chance do Juventude foi anulada. Renato Cajá cruzou da direita e Bruno Nunes mandou de cabeça para as redes. A arbitragem marcou impedimento, no entanto.

Depois da parada para hidratação, aos 28', o jogo caiu de intensidade. O alviverde voltou ao ataque somente aos 40 minutos, quando Marciel lançou Bruno Nunes em velocidade pela esquerda, o centroavante conduziu até a linha de fundo e finalizou para fora.

Leia mais:
Esportivo recebe o Pelotas de olho na classificação geral

A única chance de perigo do Aimoré no primeiro tempo foi um gol anulado do artilheiro Matheus Rodrigues, algo que foi motivo de reclamação dos dirigentes do Índio Capilé. O atacante foi lançado em profundidade e, antes da finalização, foi marcado impedimento pelo auxiliar.

O segundo tempo foi de poucas emoções. O Aimoré subiu a marcação e conseguiu equilibrar o tempo de posse de bola, porém as equipes pouco criaram.

O primeiro lance de perigo no primeiro tempo surgiu apenas aos 32 minutos, quando Matheus Rodrigues foi lançado em velocidade e chutou forte. Marcelo Carné mandou para escanteio.

Apesar das entradas de Bruno Xavier e Clayton, renovando as energias do ataque, o Juventude não conseguiu pressionar e criar chances na segunda etapa.

Ficha técnica Taça Francisco Novelleto - 3ª rodada Estádio Cristo Rei - São Leopoldo Juventude 0 x 0 Aimoré

Juventude Marcelo Carné; Samuel Santos, Genílson, Reynaldo e John Lennon (Igor / 44' 1º); João Paulo, Samuel Santos e Renato Cajá; Lucas Ontivero (Bruno Xavier / 16' 2º), Iago Dias (Clayton 42'/ 2º) e Bruno Nunes.  Técnico: Marquinhos Santos

Aimoré Luiz Felipe; Bruno Ferreira, Pablo Ricardo, Renato e Germano; Diego Gomes, Felipe Guedes, Mardley e Wagner (Leandro Canhoto / 25' 2º); Isaías (Éder / int) e Matheus Rodrigues Técnico: Hélio Vieira

Amarelos: Pablo, Matheus Rodrigues (A); Marciel, João Paulo (J)

Leia também:
Gurias do Brasil-Fa estreiam diante da Chapecoense no Brasileirão A-2
 

 
 
 
 
Pioneiro
Busca