Caxias Basquete busca viabilizar sua participação no NBB 2020/2021 - Esportes - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Otimismo13/03/2020 | 22h10Atualizada em 13/03/2020 | 22h10

Caxias Basquete busca viabilizar sua participação no NBB 2020/2021

Dirigentes da equipe estão em busca do aporte financeiro para confirmar a sua volta à Liga Nacional de Basquete

Caxias Basquete busca viabilizar sua participação no NBB 2020/2021 Marcelo Casagrande / Agência RBS/Agência RBS
Foto: Marcelo Casagrande / Agência RBS / Agência RBS
Pioneiro
Pioneiro

O Caxias do Sul Basquete segue sua busca por patrocinadores que consigam aportar o valor de R$ 2 milhões para que a participação do time no NBB 2020/2021 seja viabilizada. Este valor é considerado como o mínimo para fazer toda a temporada de 12 meses, o que daria pouco mais de R$ 100 mil por mês.

Leia mais
Caxias do Sul Basquete tenta sua última cartada para voltar a jogar no NBB

Em entrevista ao programa Show dos Esportes, o técnico Rodrigo Barbosa e o diretor de marketing Marcus Tonin mostraram otimismo. Há empresas da região que estão abrindo conversas para que seja discutido um projeto, que desta vez está sendo pensado para duas temporadas e ações maiores para serem realizadas. Entretanto, tudo depende do poder de engajamento do empresariado da Serra Gaúcha

— Na última temporada (2017/2018) que participamos, na parte de marketing, a visibilidade era muito menor. Agora todos os jogos são transmitidos — relatou Tonin, que ressaltou as possibilidades para o próximo ano:

— Temos uma possibilidade de uma visualização de marca de uma forma muito mais efetiva.

ASSISTA NA ÍNTEGRA

Mesmo que o clube esteja aberto a patrocínios de empresas de outras regiões do Estado e do país, a preferência é pela região.

— A força local tem mais valor, se comparado quando tem uma empresa de fora. Uma empresa de nível nacional pode ter respostas mais rápida? Sim. Mas em Caxias, com empresas conhecidas internacionalmente, a gente não precisa buscar lá fora. Tem muita capacidade e força na cidade. Precisamos conseguir passar para essas pessoas que não precisa fazer a força sozinho, se dividir entre as empresas o esforço se torna pequeno. E se criar uma identidade com a empresa, pode-se ter mais valor que só o marketing — ressaltou Rodrigo Barbosa.

O prazo final para decisão sobre o Caxias Basquete definir o seu futuro é até o início de maio. Se não houver empresas que aportem o patrocínio máster, a franquia será vendida e chegará o fim do ciclo de basquete em alto-rendimento na cidade.

Leia também
Três candidaturas na disputa à prefeitura de Farroupilha
Federação Gaúcha de Futebol confirma adiamento da quarta rodada da Divisão de Acesso



 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros