"Acredito que o Gauchão não vai encerrar esse ano", diz presidente do Juventude - Esportes - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Coronavírus16/03/2020 | 15h00Atualizada em 16/03/2020 | 15h00

"Acredito que o Gauchão não vai encerrar esse ano", diz presidente do Juventude

Walter Dal Zotto Jr. participou de reunião na FGF nesta segunda-feira (15)

"Acredito que o Gauchão não vai encerrar esse ano", diz presidente do Juventude Porthus Junior/Agencia RBS
Foto: Porthus Junior / Agencia RBS

Em meio à pandemia do coronavírus no mundo, a Federação Gaúcha de Futebol (FGF) realizou uma reunião com os clubes do Campeonato Gaúcho nesta segunda-feira (16). A definição foi pela suspensão da competição por 15 dias. O Juventude esteve representado pelo presidente Walter Dal Zotto Jr: 

— Nós fomos muito desarmados para a reunião e ouvir a opinião da maioria. Nós não tínhamos opinião para paralisação ou continuação do campeonato. Acho que a decisão foi de bom senso. Tinha a possibilidade de continuar e antecipar as três rodadas, mas o sindicato dos atletas iria interromper a competição. Os dirigentes poderiam ser taxados de irresponsáveis e inconsequentes. Então, a decisão foi de bom senso. 

Leia Mais
Por conta do coronavírus, Campeonato Gaúcho está suspenso pelos próximos 15 dias
Coronavírus: Escola de Futebol e categorias de base do Juventude paralisam atividades

Uma das possibilidade, levantadas por alguns dirigentes, seria a continuação do campeonato sem a presença de público. Assim, como aconteceu na rodada do fim de semana. No entanto, segundo o presidente do Juventude, isso não foi discutido na reunião:

— Nem conversamos sobre isso. Se continuasse a competição, seríamos os únicos do país. Então, independente do prejuízo financeiro, temos que cuidar da saúde dos torcedores e das pessoas envolvidas. 

Após os 15 dias de paralisação da competição, uma nova situação será discutida pela FGF com os clubes para saber se o Gauchão irá reiniciar. O presidente Walter Dal Zotto Jr. não está otimista com a volta depois desse período:

— Não.  Não acredito. Pela tendência, pelo que estamos acompanhando, daqui 15 dias a situação deve estar mais delicada. Acredito que o Gauchão não vai encerrar esse ano.

Futuro do time profissional

O Juventude definiu recesso por tempo indeterminado da Escola de Futebol e todas as categorias de base. Porém, o time profissional deverá continuar suas atividades, mas com restrições. O clube não pretende cancelar os treinos, porque não há uma data determinada para o retorno da Copa do Brasil.

— O Juventude está envolvido numa competição nacional, a Copa do Brasil. Essa competição está com suspensão e sem prazo determinado. A gente não sabe o que poderá acontecer. Enquanto não tiver uma posição mais clara quanto a Copa do Brasil, a equipe profissional vai seguir com protocolo e orientação de médicos especialistas. Esses cuidados o clube vai ter. A gente não tem como liberar os jogadores e, daqui a pouco, a CBF marcar o jogo para a próxima semana. Teremos o cuidado de preservação dos atletas — revelou o presidente.

Leia Também
Coronavírus: audiências e prazos processuais são suspensos no Rio Grande do Sul
Segundo caso confirmado de coronavírus, em Caxias, é um homem que esteve na Europa

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros