Torcedores do Caxias ameaçam boicotar clássico Ca-Ju devido ao valor dos ingressos - Esportes - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Gauchão24/02/2020 | 17h29Atualizada em 24/02/2020 | 17h42

Torcedores do Caxias ameaçam boicotar clássico Ca-Ju devido ao valor dos ingressos

Grenás não concordam em pagar R$ 100 para acompanhar duelo no Jaconi

Torcedores do Caxias ameaçam boicotar clássico Ca-Ju devido ao valor dos ingressos Porthus Junior/Agencia RBS
Foto: Porthus Junior / Agencia RBS
Pioneiro
Pioneiro

Após a conquista da Taça Coronel Ewaldo Poeta, o Caxias está garantido na final do Campeonato Gaúcho. Porém, antes disso, no segundo turno, terá pela frente o Juventude, no clássico marcado para o dia 21 de março, às 16h30min, no Estádio Alfredo Jaconi. Falta praticamente um mês para o duelo, mas já há uma polêmica.

Leia Mais
Taça, vagas e dinheiro: saiba o que o Caxias ganhou com a final do primeiro turno

Os torcedores grenás estão se mobilizando, nas redes sociais, para boicotar o Ca-Ju, caso o Juventude não baixe o valor dos ingressos. Inicialmente, a direção alviverde prometeu entradas a R$ 50 em todos os jogos, com exceção aos duelos contra a dupla Gre-Nal e o Caxias, que o valor será de R$ 100. 

— Não pago e gostaria que toda torcida do Caxias não fosse ao Jaconi. Vamos sabotar o valor que irão cobrar. R$ 100,00 é INADMISSÍVEL. NÃO PAGO. NÃO VOU. Campanha de boicote ao valor da entrada — diz texto compartilhado por torcedores do Caxias nas redes sociais. 

O movimento convida os torcedores a ficarem do lado de fora do Estádio Alfredo Jaconi e não ingressarem para acompanhar a partida. 

— Queremos boicotar o Ca-Ju por ser R$ 100 o ingresso. A ideia é irmos até o estádio, ficarmos nas proximidades tomando cerveja e ouvindo o jogo no rádio, lá fora — diz o torcedor Denner de Oliveira Lopes, 25 anos. 

Por não concordar com o preço que deverá ser confirmado, será feito apenas o deslocamento para o estádio e a recepção ao time grená, sem a entrada no Jaconi.  

— Iremos deslocar em caminhada, faremos a recepção aos atletas e não entraremos no estádio. Ficaremos ao lado de fora, torcendo, cantando e vibrando — afirmou Moisés Gonçalves Rodrigues, 35 anos, torcedor identificado com a Força Independente Falange Grená. 

O que diz o Juventude?

Sobre a polêmica e a possibilidade de alterar o valor, o presidente Walter Dal Zotto Jr afirmou que a situação não foi mais discutida pela direção, mas que a posição inicial não deve ser mudada. 

— Vai ser mantido o valor. Chance zero de mudar. Não nos reunimos para falar disso. A principio, a decisão é essa e não será alterada —  disse o presidente alviverde.

Leia Também
Mutirão realiza mais de 18 mil exames laboratoriais em Farroupilha



 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros