Intervalo: Caxias de Rafael Lacerda deu uma aula de marcação e efetividade na final - Esportes - Pioneiro

Versão mobile

 
 

Opinião22/02/2020 | 20h13Atualizada em 22/02/2020 | 20h13

Intervalo: Caxias de Rafael Lacerda deu uma aula de marcação e efetividade na final

Treinador estreia no Gauchão com o título do primeiro turno

Intervalo: Caxias de Rafael Lacerda deu uma aula de marcação e efetividade na final Porthus Junior/Agencia RBS
Foto: Porthus Junior / Agencia RBS

Foi um feito gigantesco. E o Caxias mereceu demais. O Caxias de Rafael Lacerda deu uma aula de marcação e efetividade contra o poderoso Grêmio. Em nenhum momento se intimidou. Pelo contrário, se impôs quando foi necessário.

Leia Mais
"A gente trabalha no dia a dia por esses momentos", celebra Diogo Oliveira, herói do título do Caxias
Carnaval grená: Caxias derruba o Grêmio no Centenário e conquista o primeiro turno
FOTOS: confira imagens do pré-jogo da final do primeiro turno entre Caxias x Grêmio

É até injusto citar um ou outro atleta, mas, mesmo que Diogo Oliveira tenha marcado o gol do título, é preciso destacar a atuação perfeita do setor defensivo. 

Ivan repetiu o que tem feito até aqui na competição: foi bem na marcação e sempre perigoso com a bola no pé. Laercio e Thiago Salles anularam um ataque de luxo. Bruno Ré mostrou que sua experiência é fundamental para o time, assim como a qualidade de Juliano e Carlos Alberto. Gilmar brigou por cada lance como fosse um prato de comida. E Pitol? Na única chance clara do Grêmio, fez como Cássio na Libertadores e impediu o gol de Diego Souza de forma brilhante.

O Caxias foi destemido, anulou as principais forças do Tricolor e, com méritos, está na final do campeonato. O que se pode querer mais? Agora, deixaram sonhar e o clube grená mostrou que pode conseguir algo a mais no ano de 2020.

Leia Também
Juventude apresenta atacantes que vão ficar à disposição para duelo em Piracicaba

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros