"Acho que só nós aqui dentro que acreditávamos", diz técnico do Caxias sobre a classificação - Esportes - Pioneiro

Versão mobile

 
 

Gauchão16/02/2020 | 20h02Atualizada em 16/02/2020 | 20h02

"Acho que só nós aqui dentro que acreditávamos", diz técnico do Caxias sobre a classificação

Rafael Lacerda não escondeu o entusiasmo de chegar na final do primeiro turno

"Acho que só nós aqui dentro que acreditávamos", diz técnico do Caxias sobre a classificação Porthus Junior/Agencia RBS
Foto: Porthus Junior / Agencia RBS

Caxias e Grêmio voltam a se encontrar no Gauchão e dessa vez para decidir o título do primeiro turno, a Taça Ewaldo Poeta. A decisão no Estádio Centenário, sábado (22), às 16h30min, vale muito para o clube grená. Ainda mais ao técnico Rafael Lacerda, que estará na primeira final como o comandante.

— Estou muito feliz, porque é difícil. É só olhar. O Inter ficou fora, independente de ser Gre-Nal. O Ypiranga  tem muita qualidade, tem dois de Série B e de Série C que estão fora, e nós estamos ali. Não quero mandar alguma resposta, mas ninguém acreditava. Eu sabia, isso faz parte. Quando eu estava com meus 31 anos pensando em ser treinador, já tinha certeza que a pressão seria muito maior. Mas tenho certeza que ninguém esperava, acho que só nós aqui dentro que acreditávamos. Estou muito feliz por essa final como treinador — resumiu o técnico do Caxias.

Leia mais
Galeria de fotos: veja as imagens da classificação do Caxias contra o Ypiranga
Gol da classificação do Caxias para a final foi o primeiro de Da Silva como profissional

A partida que garantiu os grenás na final foi de altos e baixos, por mais que o time de Lacerda só tenha dado duas oportunidades ao rival — uma em cada tempo. Ainda assim, o treinador ressaltou a estrela do seu centroavante reserva, Da Silva, que garantiu a classificação:

— Teve a estrela do Da Silva em fazer o gol, numa jogada que a gente trabalha muito e por aí passou nossa vitória.

A semana será de muitos mistérios. Da Silva está fora, por ter contrato com o Grêmio. O centroavante Gilmar e o meia Carlos Alberto deixaram o campo mais cedo, ambos acusando problemas musculares. Mas acima de tudo, Lacerda garante que o time tem que evoluir durante a semana.

— Tem jogos que conseguimos propor o jogo desde a defesa, mas hoje (domingo) era para sustentar no Gilmar ou abrir nos lados. Houve um lance no segundo tempo, que se o Juninho (Potiguar) faz o facão certo, ele antecipava o Muriel (lateral) e faria o gol. Tem alguns movimentos que precisamos aprimorar — afirmou o treinador.

Leia também
Fornecimento de água na região sul de Caxias deve se normalizar até o final do domingo

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros