Vitória no primeiro teste da pré-temporada agrada técnico do Juventude - Esportes - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Gauchão12/01/2020 | 18h37

Vitória no primeiro teste da pré-temporada agrada técnico do Juventude

Treinador admitiu que time sentiu a parte física diante do Tubarão-SC

Vitória no primeiro teste da pré-temporada agrada técnico do Juventude Marcelo Casagrande/Agencia RBS
Foto: Marcelo Casagrande / Agencia RBS

A primeira amostra do Juventude para 2020 agradou a quem assistiu. No sábado(11), a equipe alviverde realizou um jogo-treino contra o Tubarão-SC e venceu pelo placar de 1 a 0, com gol de Renato Cajá. Além do resultado, o público que esteve presente no Estádio Homero Soldatelli, em Flores da Cunha, pode perceber um pouco do que o técnico Marquinhos Santos pretende de sua equipe para a temporada.

Leia mais
Com gol de Cajá, Juventude vence o primeiro teste da pré-temporada
Nos pênaltis, Juventude avança à terceira fase da Copa São Paulo de Futebol Júnior

— Um bom teste. Pegamos um Tubarão que vem treinando desde novembro. Para nós, foi uma questão de observar a parte física, porque muitos que entraram, principalmente na primeira parte, apresentaram-se dia 2, 3 e até 6 de janeiro. Praticamente uma semana só de trabalho, mas já colocando alguns conceitos — afirmou o comandante alviverde, admitindo que ainda está longe daquilo que considera ideal:

— Tem muita coisa ainda pela caminhada, pensando no ano e em modelo de jogo. Mas já deu para ver muitas coisas.

Na formação que começou o teste, dois reforços foram escalados: o lateral-direito Samuel Santos e o zagueiro Edcarlos. Enquanto o experiente defensor compôs bem o sistema defensivo ao lado de Genílson, o ala mostrou muita entrega e propiciou a Marquinhos uma situação diferente. Em determinado momento do primeiro tempo, ele inverteu o posicionamento com John Lennon e tornou-se ele um dos meias da linha de quatro. Foi assim que, aos 34 minutos, quase fez um belo gol.

— Eles têm essa semelhança. Usamos para observar também o John por ali, pois faz um tempo que ele não joga pela lateral direita. E também para acostumar e adaptar, porque não sei se vou começar (o Gauchão) com ele, o Samuel ou o Igor. Mas eles têm essa característica e é uma tática para o decorrer da temporada — admitiu Marquinhos.

VITÓRIA IMPORTANTE

Antes da alteração tática, o Juventude já vencia. Aos 19, Renato Cajá cobrou falta da direita de ataque, a bola passou por todo mundo na área, e o goleiro Lee, ex-Caxias, não evitou o gol.

— O Marquinhos sempre fala que é importante sempre vencer, mesmo que não consiga fazer um grande jogo. Pude fazer um gol e ajudar e o time também conseguiu ter outras oportunidades. Agora temos que manter o foco e a parte física em dia. Com certeza o time tem muito a evoluir e fazer ainda melhor — avaliou Cajá.

O time que começou o confronto dificilmente será o mesmo para o início do Gauchão. Ainda há atletas que buscam o melhor condicionamento físico, como o volante Marciel, de boa participação na segunda etapa, e aqueles que sequer participaram da movimentação em Flores da Cunha — casos de Jonatas Belusso e Pedro Ken. Até a estreia no Gauchão contra o Inter, no dia 23 de janeiro, no Jaconi, muita coisa ainda deve mudar na equipe de Marquinhos. A próxima amostra ocorre na quinta-feira (16), contra o Esportivo, também no Homero Soldatelli.

– O próximo amistoso já é mais à vera, vamos estar mais bem preparados, vamos ter mais o que construir essa semana. Vai ser bem proveitoso – projetou Cajá.

No sábado, o Papo começou com Marcelo Carné, Samuel Santos, Genilson, Edcarlos e Eltinho, João Paulo, John Lennon, Bruno Camilo, Moisés e Bruno Alves; Renato Cajá. 

Leia também
Segunda etapa do maior mural a céu aberto de Caxias será entregue até terça-feira

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros