"Me considero um jogador polivalente", diz reforço do Juventude para 2020 - Esportes - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Versátil14/01/2020 | 18h00

"Me considero um jogador polivalente", diz reforço do Juventude para 2020

Samuel Santos pode atuar em quatro posições diferentes

"Me considero um jogador polivalente", diz reforço do Juventude para 2020 Gabriel Tadiotto / Divulgação / EC Juventude/Divulgação / EC Juventude
Foto: Gabriel Tadiotto / Divulgação / EC Juventude / Divulgação / EC Juventude

Quando retornou ao Estádio Alfredo Jaconi, após o período na Chapecoense, o técnico Marquinhos Santos prometeu a contratação de jogadores polivalentes. Samuel Santos é um desses exemplos. O jogador de 29 anos é lateral-direito, mas também pode atuar no meio-campo, seja pelo centro ou pelas pontas. Além disso, também pode jogar como lateral pela esquerda. Treinando há duas semanas no clube e com participação no jogo-treino contra o Tubarão, o atleta foi apresentado oficialmente nesta terça-feira (14). 

— Eu sou lateral-direito de origem, mas já atuei como meia, volante e na (lateral) esquerda. Me considero um jogador polivalente. Isso é bom para mim, para a comissão técnica e também para a equipe — comenta Samuel Santos. 

Leia mais
Juventude é derrotado pelo Corinthians e está eliminado da Copa São Paulo

O lateral explica que aceitou a proposta do Juventude pelo projeto que lhe foi apresentado, pela diretoria e as ambições do clube na temporada 2020. 

— Eu agradeço aos esforços da diretoria, especialmente ao Ari (Barros, executivo) e ao Marquinhos (Santos, técnico), que quiseram a minha contratação. Foi uma negociação que demorou aproximadamente 20 dias e fiquei muito feliz com o acerto. A minha opção foi pelo projeto que me foi mostrado, pela estrutura do clube e a equipe que está sendo montada. Espero conquistar o acesso à Série A e deixar meu nome marcado no clube — disse. 

Samuel Santos já é conhecido do técnico Marquinhos Santos, com quem trabalhou no São Bento, em 2018. Nas primeiras semanas pré-temporada, a tarefa principal vem sendo a adaptação ao modelo de jogo. 

— Ele tem várias táticas e ultimamente tem treinado com o lateral buscando o jogo por dentro. Eu acho que me dou bem jogando assim, tendo o John Lennon mais na frente. Acho que no último jogo nós combinamos legal, fazendo jogadas pelo meio e pela linha de fundo. As partidas preparatórias são de suma importância para esse entrosamento — explicou o lateral alviverde. 

Em 2019, o novo jogador do Juventude estava no Albirex Niigata, do Japão, onde atuou em apenas cinco partidas. Além das categorias de base do Palmeiras, também passou por Figueirense, Botafogo-SP, Santo André e São Caetano. O período no continente asiático foi de poucos jogos, porém Samuel Santos acredita que a sequência de treinos e sua disciplina extracampo vão colaborar no condicionamento até a estreia no Gauchão. 

— Mesmo eu não tendo jogado muitas partidas oficiais por lá, eu treinava bastante. Sou um jogador que não se poupa nos treinos, principalmente quando não estou jogando, para poder aproveitar as oportunidades que surgem. Não tenho problemas com a parte física, pois me alimento bem e não consumo bebidas alcoólicas — destacou Samuel Santos. 

Leia também
Protocolado pedido de impeachment de prefeito e vice de Caxias do Sul

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros