Juventude bate o São Luiz fora de casa e conquista primeira vitória no Estadual - Esportes - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Gauchão 202026/01/2020 | 20h54Atualizada em 26/01/2020 | 20h54

Juventude bate o São Luiz fora de casa e conquista primeira vitória no Estadual

John Lennon marcou duas vezes e Samuel Santos fez o outro para o Ju

Juventude bate o São Luiz fora de casa e conquista primeira vitória no Estadual Ricardo Marchetti/Divulgação/São Luiz
Foto: Ricardo Marchetti / Divulgação/São Luiz
Pioneiro
Pioneiro

O Juventude conseguiu a sua primeira vitória no Gauchão 2020. Na noite deste domingo (26), a equipe de Marquinhos Santos bateu o São Luiz, em Ijuí, por 3 a 1. John Lennon marcou dois e Samuel Santos fez o outro do time alviverde. Michel, de pênalti, anotou o dos donos da casa. 

Com três pontos conquistados, o Ju voltar a atuar em casa na quarta-feira, às 20h. O adversário será o Novo Hamburgo, do técnico Julinho Camargo.

Leia Mais
Com lance polêmico no final, Juventude fica com o vice na Copa Santiago

No 19 de Outubro, o Juventude começou levando sufoco dos donos da casa. Logo no primeiro minuto, Lucas Carvalho arriscou e obrigou Marcelo Carné a fazer grande defesa. Na sequência, aos três, Itaqui cobrou falta e Michel se antecipou ao goleiro alviverde, mas cabeceou por cima.

A resposta do Ju veio aos nove. Em saída errada da defesa do São Luiz, Marciel lançou Bruno Alves, na entrada da área. O atacante chutou e Reynaldo segurou firme. Aos 14, a iniciativa de John Lennon fez a diferença. Ele recebeu na meia esquerda, avançou para o centro do campo e arriscou de longe. O chute saiu forte, mas Reynaldo falhou e não conseguiu espalmar. Resultado: 1 a 0 para o Juventude.

O time da casa reagiu rápido. Aos 19, após lançamento para a área, Lucas Carvalho recebeu na área e quando tentou tirar de Felippe caiu na área. Pênalti assinalado por Daniel Nobre Bins. Michel chutou alto, forte e empatou a partida.

Aos 28, após um lance entre Bruno Alves e Itaqui, o tempo fechou e uma confusão generalizada teve início. Após três cartões amarelos, o jogo reiniciou. Quatro minutos depois, o volante João Paulo, do São Luiz, que havia participado da confusão, cometeu falta com o objetivo de parar o contra-ataque do Ju e foi expulso.

Mesmo com um a menos em campo, o São Luiz levou perigo aos 35. Elias arrancou em velocidade pela esquerda e chutou cruzado, rente à trave de Carné. O Ju só foi aproveitar a superioridade numérica aos 41. O lateral Felippe pegou rebote e, mesmo de pé direito, chutou muito perto da trave do goleiro do São Luiz. 

Aos 44, Bruno Alves recebeu nas costas do lateral-esquerdo e finalizou para grande defesa de Reynaldo. No último lance do primeiro tempo, outro chutaço de fora da área, desta vez de Marciel, que passou rente ao travessão.

Na segunda etapa, o time alviverde começou com a posse de bola, mas sem conseguir assustar o Rubro. Aos 11, o São Luiz chegou pelo lado esquerdo e, após cruzamento para a área, a bola bateu na mão de Edcarlos. O árbitro mandou o jogo seguir.

Aos 19, o alívio alviverde. Bruno Alves chegou na linha de fundo e cruzou com perfeição para Wallace. O chute saiu desviado, mas encontrou John Lennon. O polivalente do time de Marquinhos desviou para o gol: 2 a 1.

Com o desgaste natural da partida, Marquinhos colocou em campo Fábio Matos, Ancheta e Igor. O principal objetivo era manter a posse de bola e não correr riscos nos minutos finais. E foi o que aconteceu.

Melhor do que isso, só o terceiro gol. Wallace recebeu no meio e perdeu o controle da bola, que se ofereceu para Samuel Santos. O chute encontrou o ângulo de Reynaldo. Um golaço e 3 a 1 para o Juventude.

Leia Também
Caxias empata com o São José-PoA no primeiro jogo em casa no Gauchão Em jogo de sete gols, Esportivo derrota o Aimoré na Montanha dos Vinhedos 

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
Imprimir
clicRBS
Nova busca - outros