Esportivo tem meta de permanecer na elite gaúcha e buscar calendário nacional - Esportes - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Gauchão 202010/01/2020 | 22h00

Esportivo tem meta de permanecer na elite gaúcha e buscar calendário nacional

Técnico Carlos Moraes participou do Show dos Esportes, na Gaúcha Serra

Esportivo tem meta de permanecer na elite gaúcha e buscar calendário nacional Antonio Valiente/Agencia RBS
Foto: Antonio Valiente / Agencia RBS
Pioneiro
Pioneiro

A preparação para o Gauchão se intensifica nessas semanas de véspera do início da competição, ainda mais para o Esportivo. A equipe já enfrentou Ypiranga e Pelotas, em amistosos, e ainda tem mais duas partidas de preparação: novamente com o Canarinho e contra o Juventude. Sem falar nos jogos-treinos ainda em dezembro.

Leia mais
"A proposta do Caxias me deixou muito feliz", diz o meia Diogo Oliveira

Essa é uma filosofia do técnico Carlos Moraes, realizar bastante movimentações para dar ritmo aos atletas e até analisar se suas ideias estão dando certo ou errado antes da estreia. O alviazul investiu em atletas experientes e alguns que estavam parados no segundo semestre. Até por isso, a sequência de partidas. Tudo é focado na grande meta do clube de Bento Gonçalves. 

— A meta do Esportivo é para se manter no Campeonato Gaúcho e depois buscar calendário para o ano inteiro. Se não conseguir essa vaga (na Série D ou na Copa do Brasil), vamos trabalhar para disputar uma Copinha e manter o futebol no segundo semestre. Estamos conversando (com a direção) sobre isso — ressaltou Carlos Moraes, em entrevista no programa Show dos Esportes, na sexta-feira (10).

ASSISTA AO SHOW DOS ESPORTES NA ÍNTEGRA

Para cumprir essa meta, os jogadores contratados tem experiência no Gauchão e agregado com qualidade de alguns atletas de Série B. A comissão técnica reduziu a média de idade, se comparado com a equipe que conquistou o acesso na Divisão de Acesso 2019. São pontos que surpreenderam nesse período de contratações, principalmente por atrair jogadores que quase acertaram com clubes da segunda divisão nacional.

— Existem boatos que o Esportivo está gastando além de clubes de Série B e C, mas não é verdade. A diferença que o Esportivo tem poder de investimento por não ter dívidas, tem uma estrutura boa para o atleta e visibilidade. Às vezes, o jogador recebe um adiantamento de salário, que em algumas situações o jogador não consegue ganhar no segundo semestre. O Esportivo é um clube sadio financeiramente — afirmou o treinador.

A equipe alviazul enfrenta o Ypiranga, domingo (12), às 16h, na Montanha dos Vinhedos. Este será o último teste na frente do seu torcedor — pós haverá jogo-treino com o Ju. O ingresso adentrar o estádio será a doação de 1kg de alimento não perecível.

Leia também
Parque das Araucárias é de tirar o fôlego





 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros