Em noite pouco inspirada, Juventude fica no empate com o Novo Hamburgo - Esportes - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Gauchão 202029/01/2020 | 21h59Atualizada em 29/01/2020 | 22h35

Em noite pouco inspirada, Juventude fica no empate com o Novo Hamburgo

Alviverde sentiu o desgate de três jogos em sete dias e não saiu do zero com o Noia

Em noite pouco inspirada, Juventude fica no empate com o Novo Hamburgo Porthus Junior/Agencia RBS
Foto: Porthus Junior / Agencia RBS

O reencontro do Juventude com o técnico Julinho Camargo foi como o torcedor jaconero viu muitas vezes na Série B de 2018. O Novo Hamburgo, comandado pelo ex-técnico alviverde, foi uma equipe sólida defensivamente e que pouco permitiu ao Verdão ter espaços no campo ofensivo. Com uma troca de passes lenta e pouca intensidade na pressão para recuperação da bola, o Juventude criou apenas três chances durante os 90 minutos e os presentes no Estádio Alfredo Jaconi amargaram um empate em 0 a 0.

Leia Mais
Técnico e jogadores do sub-17 do Juventude valorizam campanha na Copa Santiago

Apesar do predomínio em posse de bola, o Juventude encontrou dificuldades para criar oportunidades no primeiro tempo. O Novo Hamburgo, treinado pelo ex-alviverde Julinho Camargo, por vezes se posicionava com uma linha de seis jogadores da defesa e impedia que o Verdão conseguisse passes pelo centro do campo. A alternativa do Ju foi buscar as jogadas pelos lados do campo, utilizando Samuel Santos, Felippe e os atacantes John Lennon e Bruno Alves.

Apostando no contra-ataque, o Noia foi o primeiro a levar perigo na partida. Aos 22 minutos, Romano invadiu a área pela esquerda e chutou cruzado. O atacante Alison se esticou, porém não conseguiu a finalização e a bola foi para fora.

O Ju respondeu aos 27, através da bola longa. Marciel fez um belo lançamento que encontrou Bruno Alves entrando na área. O goleiro Jacson, do Aniliado, conseguiu se antecipar e afastar a bola com um soco. Dois minutos depois, Bruno Alves apareceu novamente. O atacante conseguiu se livrar de três marcadores na ponta direita e cruzou para a área. A bola foi afastada pela defesa do Novo Hamburgo e sobrou para Marciel, que finalizou e viu o desvio do centroavante Wallace, de letra, passar a esquerda da meta de Jacson.

Trocando passes com lentidão e se encontrar espaços na defesa do Noia, o Juventude não criou mais na primeira etapa. O adversário, encaixando contra-ataques, levou perigo em mais duas oportunidades. Aos 34 minutos, Chicão chutou forte, a direita do gol de Carné. E aos 47 minutos, já no período de acréscimos, Chicão cruzou da direita e o goleiro do Ju soltou a bola no momento da defesa. Genilson conseguiu proteger a bola e evitou que Felipe Lima mandasse para as redes.

Sentindo o desgaste do terceiro jogo em uma semana, o Juventude fez um segundo tempo de menor intensidade. Aos 11 minutos, levou perigo na bola parada, quando Marciel cabeceou nas mãos de Jacson a cobrança de escanteio feita por João Paulo. 

O Novo Hamburgo aproveitou a queda física alviverde e tornou-se uma equipe mais ofensiva, vencendo disputas de bola e conseguindo recuperar a posse no meio-campo. Este maior ímpeto, no entanto, construiu apenas um lance de perigo, quando Diego Ivo, em impedimento, finalizou para fora.

Durante a segunda etapa, o técnico Marquinhos Santos tentou renovar a energia de seu ataque substituindo Wallace e Pedro Ken por Fábio Matos e Gabriel Aires, porém não houve efeito. Aos 35, para deixar a equipe ainda mais agressiva, Clayton entrou no lugar de Felippe e John Lennon foi para a lateral-esquerda.

Nos acréscimos, através da bola alçada na área, o Verdão chegou com perigo em cabeceio de Edcarlos, defendido por Jacson, e chute de Aires para fora. O Noia levou perigo em contra-ataque com Juba, porém nada foi suficiente para tirar o zero do marcador.

O Juventude volta a campo pela 4ª rodada do Campeonato Gaúcho contra o Pelotas, no próximo sábado (2), às 16h, no Estádio da Boca do Lobo. Na sequência, viajará para o Alagoas, onde enfrentará o Coruripe, no dia 5, pela primeira fase da Copa do Brasil.

Ficha técnica

Juventude x Novo Hamburgo - Gauchão
Local: Estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul
Data: 29/01/2020

JUVENTUDE
Marcelo Carné; Samuel Santos, Genilson, Edcarlos e Felippe (Clayton, 35' 2º); João Paulo, Marciel e Pedro Ken (Gabriel Aires, 28' 2º); John Lennon, Bruno Alves e Wallace (Fábio Matos, 18' 2º). Técnico: Marquinhos Santos

Novo Hamburgo
Jacson; Felipe Mattioni, Moisés (Kesley, 4' 2º), Diego Ivo e Romano; Bertotto (Nicolas, 38' 2º) e Itaqui; Mossoró (Escobar, 32' 2º), Felipe Lima, Juba e Alisson. Técnico: Julinho Camargo

Árbitro: Leandro Pedro Vuaden, José Eduardo Calza e Maurício Coelho Penna.

Cartões amarelos: Moisés, Juba (NH); Samuel Santos, Edcarlos (J).

Leia Também
"É um desafio enorme", diz novo técnico do time feminino do Brasil-Fa 

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros