Em jogo de sete gols, Esportivo derrota o Aimoré na Montanha dos Vinhedos - Esportes - Pioneiro

Versão mobile

 
 

Gauchão 202026/01/2020 | 18h04Atualizada em 26/01/2020 | 18h04

Em jogo de sete gols, Esportivo derrota o Aimoré na Montanha dos Vinhedos

No reencontro com o torcedor na elite, Tivo venceu a primeira na competição

Em jogo de sete gols, Esportivo derrota o Aimoré na Montanha dos Vinhedos Lucas Amorelli / Agência RBS/Agência RBS
Foto: Lucas Amorelli / Agência RBS / Agência RBS

Em um jogo com três pênaltis, gol contra e expulsão, o Esportivo conquistou sua primeira vitória no Campeonato Gaúcho. Atuando em casa, no Estádio Montanha dos Vinhedos, a equipe de Bento Gonçalves derrotou o Aimoré por 4 a 3, com gols de Gustavo Sapeka, Juninho Tardelli (duas vezes) e Wagner Freitas (contra). Para o Índio Capilé, marcaram Wagner, duas vezes, e Matheus Rodrigues.

Leia Mais
Esportivo contrata volante que estava em clube boliviano

Na próxima rodada, quarta-feira, o Esportivo, que soma quatro pontos, encara o Brasil-Pel, no Bento Freitas, às 20h30min. 

Neste domingo,  primeiro tempo foi de domínio do Esportivo, que abriu o placar cedo. Aos oito minutos, Rômulo cruzou para Gustavo Sapeka, que chutou forte e o zagueiro Wagner Freitas desviou contra a própria meta, marcando contra. Na sequência, após tabela pelo lado direito, Juninho Tardelli teve a chance de ampliar, mas chutou para fora.

O Aimoré, que se utilizou bastante as jogadas de contra-ataque, respondeu aos 12. Bruno Ferreira levantou para a área, a bola foi desviada por Alan Calbergue e sobrou para Germano, que chutou por cima da meta de Renan. O Índio Capilé voltou a chegar com perigo aos 16, em boa jogada de Wagner, que finalizou de longe.

 Esportivo enfrenta o Aimoré pela segunda rodada do Campeonato Gaúcho. Jogo na Montanha dos Vinhedos, em Bento Gonçalves.
Foto: Lucas Amorelli / Agência RBS

Porém, não demorou muito para o Tivo ampliar a vantagem. Em jogada em velocidade de Gustavo Sapeka pela direita, o atacante invadiu a área e chutou forte. A bola raspou no travessão e entrou: 2 a 0.

Após a parada técnica, o Aimoré voltou melhor e conseguiu descontar. Aos 28 minutos, Germano fez bela jogada pelo lado esquerdo, passando por dois marcadores, e serviu Wagner, que estava livre dentro da pequena área. O camisa 10  teve apenas o trabalho de mandar para as redes.

Aos 35 minutos, Sapeka apareceu novamente. Após jogada pela esquerda, ele chutou forte e Márcio Goiano usou o braço para impedir o gol. Pênalti marcado para o Esportivo e cartão vermelho para o lateral-esquerdo do Aimoré. Na cobrança, Juninho Tardelli bateu no canto esquerdo e fez 3 a 1 para o Tivo.

 Esportivo enfrenta o Aimoré pela segunda rodada do Campeonato Gaúcho. Jogo na Montanha dos Vinhedos, em Bento Gonçalves.
Foto: Lucas Amorelli / Agência RBS

Mesmo com um a menos, a equipe de São Leopoldo não desistiu da partida. Quando o primeiro tempo já se encaminhava para o final, o Índio Capilé apareceu na área do Esportivo com Mardley, que foi derrubado por Gullithi e o árbitro marcou pênalti. Na cobrança de Wagner, o Aimoré descontou para 3 a 2.

No segundo tempo, o Aimoré voltou com duas alterações e sedento em busca do empate, algo que conseguiu com apenas um minuto. Em jogada individual do Matheus Rodrigues, pela esquerda, ele passou em velocidade pela marcação e tocou na saída do goleiro Renan, empatando o jogo.

Com superioridade numérica, o Esportivo voltou a se impor após sofrer o empate. Aos cinco minutos, em bola alçada na área, Lucas Hulk foi empurrado por Germano e o árbitro marcou pênalti. O terceiro na partida e o segundo para o Tivo. Na cobrança, Juninho Tardelli bateu forte e mandou para as redes: 4 a 3.

 Esportivo enfrenta o Aimoré pela segunda rodada do Campeonato Gaúcho. Jogo na Montanha dos Vinhedos, em Bento Gonçalves.
Foto: Lucas Amorelli / Agência RBS

Embora a vantagem no marcador, o técnico Carlos Moraes optou por dar mais ofensividade ao Esportivo e substituiu o volante Robert pelo atacante Caprini. A troca também diminuiu o ímpeto do Aimoré, que foi mais cauteloso ao atacar.

O restante da segunda etapa foi de controle do Esportivo, sem sofrer ameaças. Aos 38 minutos, Gustavo Sapeka apareceu mais uma vez e teve a chance de marcar o quinto gol. Ele recuperou a bola na intermediária ofensiva, conduziu até a área e bateu para fora. No minuto seguinte, Lucas Hulk recebeu de Toni Júnior e chutou forte, mas goleiro Luis Cetin mandou para escanteio. No final, 4 a 3 para o Tivo.

Leia Também
Com lance polêmico no final, Juventude fica com o vice na Copa Santiago

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros