"É um desafio enorme", diz novo técnico do time feminino do Brasil-Fa  - Esportes - Pioneiro

Versão mobile

 
 

Futebol feminino29/01/2020 | 15h09Atualizada em 29/01/2020 | 15h09

"É um desafio enorme", diz novo técnico do time feminino do Brasil-Fa 

Ex-lateral-esquerdo, Luciano Almeida foi apresentado nesta quarta-feira (29)

"É um desafio enorme", diz novo técnico do time feminino do Brasil-Fa  Porthus Junior/Agencia RBS
Foto: Porthus Junior / Agencia RBS

Anunciado na última terça-feira (28), o técnico Luciano Almeida assume o time feminino do Brasil de Farroupilha nesta quarta-feira (29). Junto com ele, o auxiliar técnico Guilherme Lange e o preparador de goleiras Dionatan Rodrigues serão responsáveis pelo elenco feminino. Com passagens pela equipe masculina, como auxiliar técnico, nos anos de 2012, 2016 e 2017, será a primeira vez que Luciano assumirá um time feminino na carreira.

— Até então, eu tinha trabalhado com adultos e com meninos sub-15 e sub-17. Mas estou motivado para começar a trabalhar, porque é um desafio enorme. Inclusive, hoje (quarta-feira) à noite, mesmo com chuva, iremos iniciar os treinamentos — disse Luciano, que também comandará a equipe sub-17 masculina do Brasil de Farroupilha neste ano:

— As atenções serão divididas entre as duas categorias. No futebol feminino, vou ter um auxiliar e, quando não puder ir aos jogos, o meu auxiliar (Guilherme Lange) vai comandar a equipe. Quanto aos treinos, o feminino tem as atividades no turno da noite, enquanto o sub-17 trabalha na parte da tarde.  

Leia mais:
Ex-jogador da dupla Ca-Ju assume o time feminino do Brasil-Fa
Definidos os adversários do Brasil-Fa no Brasileirão Feminino A-2 

Em relação ao elenco, como adiantado pelo diretor de administração e finanças do Brasil-Fa, Gabriel Marchet, nos próximos dias novas contratações serão anunciadas pelo clube.  O técnico Luciano Almeida disse que as tratativas já iniciaram. 

— O Gabriel (Marchet) me passou que está conversando com algumas atletas que não vão permanecer na dupla Gre-Nal, e em alguns outros clubes que disputaram Campeonato Brasileiro. A intenção é trazer de quatro a cinco jogadoras com uma qualidade muito boa para vir nos ajudar, e acrescentar a esse elenco do Brasil, que já é vencedor. 

Inicialmente, as gurias vão treinar duas vezes por semana, visando o Brasileirão A-2, que tem previsão de início para 15 de março. A equipe da Serra Gaúcha ficou no Grupo F, junto com Fluminense (RJ), Athletico Paranaense, Chapecoense (SC), Napoli (SC) e Toledo (PR).  

Leia também:
Intervalo: O jogo decisivo para o Juventude e a mudança que pode dar resultado no Caxias
Juventude projeta decisão contra o Novo Hamburgo e quer evitar lei do ex no Alfredo Jaconi

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
Imprimir
clicRBS
Nova busca - outros