Com forte concorrência, meia quer buscar seu espaço na equipe titular do Juventude - Esportes - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Reforço20/01/2020 | 17h03

Com forte concorrência, meia quer buscar seu espaço na equipe titular do Juventude

Na semana da estreia no Gauchão, Fábio Matos foi oficialmente apresentado

Com forte concorrência, meia quer buscar seu espaço na equipe titular do Juventude Gabriel Tadiotto / EC Juventude / Divulgação/EC Juventude / Divulgação
Foto: Gabriel Tadiotto / EC Juventude / Divulgação / EC Juventude / Divulgação

São várias as caras novas no elenco do Juventude que estreia nesta semana no Campeonato Gaúcho. No setor ofensivo, uma delas é o meia-atacante Fábio Matos, de 25 anos. Contratado para suprir as saídas de Denner e Rafael Bastos, a revelação de 2015 do Sport-PE busca retomar os bons momentos da carreira reeditando uma parceria com o técnico Marquinhos Santos, seu treinador no Paysandu, em 2017. Para isso, aposta em sua versatilidade para encaixar-se na equipe titular durante o Estadual. 

— Prefiro jogar por dentro, mas passo ajudar também na extrema. O jogador hoje em dia precisar ser versátil e dar opções para o treinador. O Marquinhos tem pedido para eu jogar também no lado e estou contribuindo — explicou Fábio Matos, que atuou mais aberto no jogo-treino realizado pelos reservas contra a equipe sub-23 do Grêmio. 

Leia mais
Relembre o desempenho do Juventude contra o Inter nos últimos jogos pelo Gauchão

A concorrência do meio para a frente no Verdão é grande. Renato Cajá é absoluto na função de armador, assim como John Lennon e Bruno Alves estão consolidados como os pontas. Com as saídas de Breno e a lesão de Dalberto, a direção alviverde também aposta em Clayton, ex-Lajeadense, como uma alternativa. Matos, entretanto, garante que está na disputa. 

— Estou procurando trabalhar forte para conquistar meu espaço, respeitando quem fez história no ano passado e permaneceu. Sei que o 2019 foi de conquistas e esperamos dar continuidade — disse Fábio Matos. 

Para encarar o Inter na próxima quinta-feira (23), a tendência é que o meia de 25 anos seja reserva. Ambicioso, ele pode ser uma alternativa para mudar as características da equipe. 

— A gente iniciou bem a pré-temporada. Acredito que o grupo que foi formado é forte e vai chegar bem diante do Inter, na estreia. Todo jogador quer estar em um lugar que vai brigar por coisas grandes, e o projeto que foi apresentado visava isso. Com a estrutura que tem o Juventude, deveria estar na Série A — disse Matos. 

Leia também
Show dos Esportes, na Gaúcha Serra, recebe presidentes da dupla Ca-Ju


 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros