Rodrigo Bandeira é o novo técnico do Brasil-Fa - Esportes - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Divisão de Acesso02/12/2019 | 20h13Atualizada em 02/12/2019 | 20h13

Rodrigo Bandeira é o novo técnico do Brasil-Fa

Aos 46 anos, treinador retorna ao clube que trabalhou em 2015

Rodrigo Bandeira é o novo técnico do Brasil-Fa Porthus Junior/Agencia RBS
Aos 46 anos, Rodrigo Bandeira retorna ao clube que trabalhou em 2015 Foto: Porthus Junior / Agencia RBS

O Brasil-Fa já tem o comandante da equipe confirmado para a Divisão de Acesso 2020. Ontem, o clube anunciou Rodrigo Bandeira como treinador para a próxima temporada. Aos 46 anos, o profissional tem no currículo passagens por Canoas, Guarany de Camaquã, Riograndense-SM, Glória, Santa Cruz, Lajeadense e Esportivo.

Leia Mais
"Nosso objetivo era ser referência no futebol feminino do interior do Estado", diz diretor do Brasil-Fa

Em 2015, Bandeira passou pelo Brasil-Fa. Na oportunidade, foi vice-campeão da Divisão de Acesso, mas apenas um clube subiu naquele ano. Ele deixou o time durante a reta final da Copa Valmir Louruz, no segundo semestre. Bandeira dirigiu o time de Farroupilha em 30 jogos, obtendo 13 vitórias, nove empates e oito derrotas, com um aproveitamento de 53,3%.

– O Bandeira já fez trabalhos de destaque no Brasil e em outros clubes. A expectativa é muito boa para 2020 – disse o presidente Elenir Bonetto.

– É um clube que tenho um carinho muito grande. Fizemos um bom trabalho em 2015, mas era um vaga só. Estamos trabalhando na busca de atletas e pesquisando o mercado – afirmou o treinador.

Rodrigo Bandeira já conseguiu um acesso à elite. Em 2014, comandou o União Frederiquense na campanha que culminou na subida. Neste ano, o técnico treinou novamente a equipe de Frederico Westphalen e posteriormente foi contratado pelo Tupi, de Crissiumal, também na segunda divisão gaúcha.

Após o término da competição, o profissional esteve em Curitiba e realizou um período de estágio no Athletico Paranaense, com então técnico Tiago Nunes. Bandeira ficou uma semana acompanhando os treinamentos, a rotina dos trabalhos.

— O Tiago eu conheço há muito tempo. Ele é uma das provas que o futebol é dinâmico. Além da relação pessoal, foi muito bom conviver lá no clube. Agora é aproveitar e colocar algumas coisas em prática — finalizou.

A comissão técnica do Brasil-Fa terá ainda o auxiliar Adilson Machado e o preparador físico Márcio Telles, que esteve na equipe rubro-verde nas duas últimas temporadas.

Além disso, o clube apresentou o gerente de futebol Betinho Ijuí, ex-jogador de Grêmio, São Luiz, Caxias, Chapecoense, Mogi Mirim e Francana. Ele também já trabalhou como treinador da equipes como São Luiz, Gama-DF e Santa Cruz-RS.

Leia Também
Prefeitura de Caxias do Sul judicializa Plano Diretor
Leonardo Albuquerque apresentou a 10ª edição do Assado Patagônico

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
Imprimir
clicRBS
Nova busca - outros