Intervalo: Caxias contratou mais do que um meia para 2020 - Esportes - Pioneiro

Versão mobile

 
 

Opinião16/12/2019 | 06h00Atualizada em 16/12/2019 | 06h00

Intervalo: Caxias contratou mais do que um meia para 2020

Sincero, líder e ativo nas redes sociais, jogador inicia nesta segunda (16) treinos no Centenário

Intervalo: Caxias contratou mais do que um meia para 2020 Jonas Ramos/Agencia RBS
Em 2014, quando atuava no Juventude, Diogo Oliveira tinha um papel de liderança no grupo Foto: Jonas Ramos / Agencia RBS

O Caxias recebe nesta segunda-feira (16), de maneira definitiva, o meia Diogo Oliveira. O jogador, que completa 38 anos em janeiro, chega para tentar dar ao clube grená o tão sonhado acesso à Série C, que está batendo na porta nos últimos anos.

Leia mais
Caxias apresenta novos uniformes para 2020

O detalhe em relação a contratação de Diogo Oliveira, no entanto, é que o Caxias não está apenas contratando um meia. A chegada do camisa 10 ao Estádio Centenário implica em uma série de outras situações que chamam a atenção.

Ativo nas redes sociais, com opiniões fortes sobre política e religião, o atleta jamais deixou de se posicionar também nas equipes em que atuou. No Rio Grande do Sul, ganhou notoriedade no Juventude e no Brasil-Pel. Pelo Papo e pelo Xavante, conquistou acessos, mostrou bom futebol e foi crítico quando precisou.

Curiosamente, nas duas equipes enfrentou com o grupo frequentes atrasos de salários. Mesmo que às vezes negue esta condição, Diogo Oliveira tem um grande poder de liderança nas equipes em que atua. Isso se mostrou muito forte em momentos de crise.

No Caxias, será uma peça fundamental para um bom Gauchão e para a tentativa de retorno à Série C. Lacerda ganhou uma peça importante no time, mas o Grená tem mais que só um meia.

Leia também
Prefeito Daniel Guerra tem nova derrota ao tentar suspender processo de impeachment 

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros