Saiba qual é a avaliação dos jogadores emprestados pelo Ju após o acesso à Série B - Esportes - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Como estão?22/11/2019 | 06h00Atualizada em 22/11/2019 | 06h00

Saiba qual é a avaliação dos jogadores emprestados pelo Ju após o acesso à Série B

Atletas alviverdes têm retornos programados para o Jaconi na próxima temporada

Saiba qual é a avaliação dos jogadores emprestados pelo Ju após o acesso à Série B Patrick Floriani/Figueirense,Divulgação
Torcida do Figueirense ficou empolgada após o bom início de Breno no Figueirense Foto: Patrick Floriani / Figueirense,Divulgação

A reapresentação do Juventude para a temporada 2020 está marcada para a próxima segunda-feira (25). No entanto, alguns atletas só irão se apresentar no Estádio Alfredo Jaconi no dia 2 de janeiro, quando os jogadores contratados e que estavam nas Séries A e B desembarcam em Caxias do Sul. Também é a situação dos jogadores que conquistaram o acesso nacional e foram emprestados para times da Primeira e Segunda Divisão do Brasileiro.

Leia mais
Juventude negocia com atacante do Imperatriz-MA para a próxima temporada

São os casos do lateral/volante John Lennon, do meia Renato Cajá e dos atacantes Dalberto e Bruno Alves. Além deles, o atacante Breno também deixou a equipe alviverde após a participação do time na Série C, mas será encaminhado para o Athletico-PR no início do próximo ano. 

Faltando poucas rodadas para o encerramento das disputadas do Brasileirão e da Série B, o Pioneiro fez um levantamento do desempenho dos atletas alviverdes nos clubes em que estão emprestados e como tem repercutido a participação de cada um nas equipes que os receberam.

John Lennon - lateral-direito/volante - 27 anos

O lateral John Lennon está no Operário-PR por empréstimo do Juventude.
John Lennon atuou mais como lateral-direito no Operário-PRFoto: José Tramontin / Operário Ferroviário,Divulgação

:: Emprestado ao Operário-PR (Série B)
:: 7 jogos
:: 3 como titular
:: 352 minutos em campo
:: 1 cartão amarelo

Titular do meio-campo do Juventude durante boa parte da temporada, John Lennon é utilizado na lateral direita do Operário-PR. No entanto, o time paranaense conta com Maílton, um dos principais jogadores da Série B na lateral. Com isso, o atleta que tem vínculo com o Ju até o final do Gauchão, conseguiu atuar apenas em sete oportunidades — sendo três como titular.

— Ele deu uma assistência para gol na primeira partida como titular, contra o Londrina, pela 28ª rodada da Série B. Foi numa jogada individual em que fechou pelo meio e deixou o atacante na cara do gol. Apesar de muito elogiado pela qualidade individual, não conseguiu ter uma sequência de jogos e também teve pouco tempo para mostrar algo a mais — avaliou o repórter Felipe Liedmann, que acompanha o Operário pelo portal Net Esporte Clube.

Uma proposta do time paranaense ao lateral não é descartada, mesmo que isso possa gerar um custo maior aos cofres do time de Ponta Grossa.

— O clube pode ter o interesse na permanência dele sim, pois o Maílton não deve permanecer e o Jonh é bastante elogiado pelo seu desempenho quando está em campo — acredita Liedmann.

Bruno Alves - atacante - 27 anos

O atacante Bruno Alves foi emprestado ao CSA após subir com o Juventude e deve retornar para o Jaconi em 2020.
Bruno Alves ainda não convenceu no CSAFoto: Francisco Cedrim / RCortez,CSA,Divulgação

:: Emprestado ao CSA-AL (Série A)
:: 8 jogos
:: 2 como titular
:: 318 minutos em campo
:: 3 cartões amarelos

A temporada 2019  foi animada para Bruno Alves. O atacante começou o ano no Caxias, assinou com o Athletico-PR, foi emprestado ao Juventude e agora tenta evitar o rebaixamento do CSA no Brasileirão. Ganhou as primeiras oportunidades no time alagoano logo na chegada ao clube. Porém, não tem conseguido grandes resultados.

— Ele foi indicado pelo Argel, goza do prestígio do treinador e está entrando de forma recorrente no time do CSA. É uma espécie de 12° jogador. Mas até agora não fez uma grande atuação e é muito contestado pela torcida — afirmou o comentarista Emerson Júnior, da Rádio CBN, de Maceió.

— Ele tem aspectos táticos interessantes, que recompõe dentro de um planejamento de jogo do Argel. Mas, efetivamente, para a função de atacante, até hoje ele pouco contribuiu. Se ele não ficar para a próxima temporada, não vai deixar saudade para o torcedor azulino — complementa Alberto Oliveira, também comentarista da CBN.

Mesmo que seu vínculo principal esteja com o Athletico, já há o encaminhamento do acerto para que ele retorne ao Estádio Alfredo Jaconi em 2020.

Dalberto - atacante - 25 anos

Rio de Janeiro - 26/10/2019 - Maracanã.\rFluminense enfrenta a Chapecoense esta noite no Maracanã pela 28ª \rrodada do Campeonato Brasileiro 2019.\rFOTO: LUCAS MERÇON/ FLUMINENSE F.C. \r \rIMPORTANTE: Imagem destinada ao autor, seu uso comercial está \rvetado incondicionalmente por seu autor .É obrigatório mencionar o \rnome do autor ou usar a imagem.\r.\rIMPORTANT: Image intended for creator. Commercial use is prohibited \runconditionally by its author. It is mandatory to mention the name of the \rauthor or use the image.\r.\rIMPORTANTE: Imágen para uso solamente ao autor. El uso comercial \res prohibido por su autor. És mandatório mencionar el nombre del \rautor ao usar el imágen.
Dalberto (D) ganhou algumas oportunidades, mas não se firmou entre os titulares da ChapecoenseFoto: Lucas Merçon / Fluminense,divulgação

:: Emprestado à Chapecoense (Série A)
:: 6 jogos
:: 3 como titular
:: 218 minutos em campo
:: 1 cartão amarelo

Um dos principais nomes da campanha alviverde no acesso, Dalberto foi para a Chapecoense com o técnico Marquinhos Santos com a quase impossível missão de tentar evitar o rebaixamento à Segunda Divisão.

Porém, na equipe de Chapecó, o atacante ainda não conseguiu desenvolver um bom futebol para se consolidar entre os titulares.

— Pouco se viu do Dalberto na Chapecoense. Teve uma lesão aos oito minutos na sua estreia, o que o tirou de alguns jogos. Isso atrapalhou uma sequência que ele teria, porque é um homem de confiança do Marquinhos. Ele voltou da lesão como titular, teve duas chances seguidas. Mas o que se viu do Dalberto é de um jogador muito limitado tecnicamente, que ajuda muito na parte tática, na marcação, mas que pouco contribui na parte ofensiva — diz o repórter Mateus Montemezzo, da Rádio Oeste Capital.

Se a Chapecoense perder para o Avaí, no domingo, e o Cruzeiro vencer o Santos no sábado, o time catarinense estará matematicamente rebaixado. Porém, o técnico Marquinhos Santos só deve retornar ao Jaconi em 15 de dezembro. Dalberto retoma as atividades no Juventude a partir de 2 de janeiro de 2020.

Renato Cajá - meia - 35 anos

Renato Cajá é uma das referências técnicas da Ponte PretaFoto: Divulgação / Ponte Preta

:: Emprestado à Ponte Preta (Série B)
:: 12 jogos
:: 11 como titular
:: 902 minutos em campo
:: 1 gol
:: 1 assistência
:: 1 cartão amarelo

O veterano Renato Cajá saiu do Ju com a moral elevada após os três gols contra o Imperatriz-MA, no jogo que garantiu o retorno do Ju à Série B. Chegou na Ponte com a responsabilidade de organizar o meio-campo do time campineiro, que ainda sonhava com o acesso. 

— Cajá se destaca desde que voltou à Ponte Preta. O desempenho do jogador foi regular, mas ele sofre com a falta de entrosamento e de qualidade do time. Quando a Macaca disputava ainda o acesso à Primeira Divisão, o desempenho do camisa 10 era melhor. Mas a partir do momento em que foi sacramentada a permanência do time na Série B, ele já não teve aquela mesma produção das primeiras partidas — avalia Pedro Orioli, setorista da Ponte e que integrava a equipe do projeto Rádio 1900.

O vínculo do jogador com o Juventude foi ampliado antes da saída do Jaconi para o Moisés Lucarelli. Até por isso, a tendência de o retorno para o alviverde é grande.

— Todos sabem que a possibilidade dele permanecer na Ponte é muito pequena, mas o torcedor pontepretano nutre essa expectativa e a nova gestão, que tomou posse na semana passada, quer a permanência do jogador — afirmou Orioli.

Breno - atacante - 23 anos

O atacante Breno está emprestado pelo Juventude ao Figueirense.
Após terminar o empréstimo ao Figueirense, Breno vai disputar o Paranaense pelo AthleticoFoto: Patrick Floriani / Figueirense,Divulgação

:: Emprestado ao Figueirense (Série B)
:: 10 jogos
:: 9 como titular
:: 751 minutos
:: 1 gol

O retorno do atacante Breno ao Juventude não é garantido. O jogador está emprestado ao Figueirense para a Série B do Brasileiro e vai começar a temporada 2020 no Athletico-PR, também cedido pelo alviverde. Somente após esse período, caso não permaneça no Furacão paranaense, é de retorno ao Alfredo Jaconi. Após uma temporada oscilante no time de Marquinhos Santos, foi para o alvinegro de Florianópolis e se tornou peça importante para a recuperação da equipe na Segunda Divisão.

— O Breno está em uma leva de atletas que chegaram no limite do prazo de inscrições para a Série B e que ajudaram o clube a sair da lanterna e chegar nessa condição de deixar a zona do rebaixamento. É um dos quatro jogadores que estão invictos com a camisa do Figueirense. Ele chegou e assumiu a titularidade da ponta esquerda. Foi extremamente relevante em um jogo em que não foi titular, contra o América-MG, em que o time perdia, ele entrou no intervalo e participou dos dois gols, mas só um deles foi dado para ele na súmula. A avaliação, em geral, é positiva da sua participação — disse o repórter Kadu Reis, da Rádio CBN Diário, de Florianópolis.

Leia também
Pardais serão reinstalados em rodovias estaduais em três meses


 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros