Lutadores representarão a Serra em um dos maiores eventos de muay-thai do país  - Esportes - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

No Paraná06/11/2019 | 14h17Atualizada em 06/11/2019 | 19h05

Lutadores representarão a Serra em um dos maiores eventos de muay-thai do país 

João Paulo e Felipe Pinto lutarão na Portuários Stadium, em 16 de novembro

Lutadores representarão a Serra em um dos maiores eventos de muay-thai do país  Divulgação / Clube da Luta TeamCorrea/Clube da Luta TeamCorrea
Felipe Pinto (Esquerda) e João Paulo (Direita) lutam no dia 16 de novembro, sob o comando de Alberto Corrêa (Centro) Foto: Divulgação / Clube da Luta TeamCorrea / Clube da Luta TeamCorrea

Os caxienses João Paulo Maciel e Felipe Pinto representarão a Serra Gaúcha no Portuários Stadium. A competição de muay-thai é uma das maiores do Brasil e, neste ano, ocorre no dia 16 de novembro,  no Paraná. 

Leia mais:
Atleta caxiense conquista Campeontato Brasileiro de Muay-Thai
Dois atletas caxienses disputam Brasileiro de Muay-Thai

Os guris também representarão o Clube da Luta TeamCorrea no evento. Conforme o dono do Clube, Alberto Corrêa, eles foram escolhidos pelo nível técnico.  

— Por sermos afiliados à Liga Sul Brasileira de Muay-Thai Tradicional e à  Confederação Brasileira de Muay-Thai Tradicional (CBMTT), vamos participar da competição, que é famosíssima e a maior do país. Por isso, tem muitos olheiros, inclusive do  Ultimate Fighting Championship (UFC), observando as lutas — explica Corrêa. 

As lutas dos dois caxienses estão marcadas para o dia 16 de novembro, às 18h. Elas ocorrem no ginásio da academia CL Fight. Maciel enfrentará Lucas José, que representa a Capitão Fight. Enquanto Pinto lutará com Vinicius Goettems Alves, da Ramonethai. 

Promessas no Muay-Thai

Felipe Pinto, 16 anos, luta há apenas três meses e fará sua estreia em lutas na Portuários Stadium.  Ele foi apresentado às artes marciais por um amigo e, desde então, se empenha para conseguir destaque.   

— Ele é uma promessa da cidade. Tem potencial para lutar em nível de UFC e ser um profissional de alto nível. O Felipe tem o estilo muito parecido com o Conor McGregor. Então, estamos investindo muito em cima dele — conta Corrêa. 

O atleta comenta que pretende responder aos elogios dentro do ginásio: 

— Vou dar o meu melhor nela, com todo o respeito ao adversário, mas sempre indo para frente. O mestre disse que eu sou uma promessa nas artes marciais e acho que tudo é possível para quem busca e se esforça. Perseverança é a chave do sucesso e pretendo honrar a confiança do mestre! 

Por sua vez, João Paulo Maciel, 24 anos, foi campeão brasileiro de muay-thai neste ano na categoria 57kg.  Ele pratica a modalidade há nove meses e tem sonho de ser campeão mundial: 

— Eu sempre admirei muito as artes marciais e sempre tive desejo de praticar. Na antiga cidade onde eu morava (Fontoura Xavier) não tinha acesso a nenhuma. Então, quando vim pra Caxias, conheci o Clube da Luta e comecei a treinar já com a intenção de lutar.

Esta será a primeira vez que ele disputará a Portuários Stadium. Portanto, está realizando uma preparação especial, com treinos seis dias por semana. Além da alimentação repleta de proteínas. Tudo isso, para realizar uma grande luta. 

Leia também:
Caxias estuda criação de categoria Sub-20
Ex-jogador do Caxias jogará o Gauchão pelo Aimoré



 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros