Em prévia da semifinal, Brasil-Fa encara o Grêmio no Gauchão Feminino - Esportes - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Futebol14/11/2019 | 13h33Atualizada em 14/11/2019 | 13h33

Em prévia da semifinal, Brasil-Fa encara o Grêmio no Gauchão Feminino

Equipes se enfrentam pela última rodada da primeira fase

Em prévia da semifinal, Brasil-Fa encara o Grêmio no Gauchão Feminino Morgana Schuh/Divulgação Grêmio FBPA
Na primeira rodada, equipes se enfrentaram nas Castanheiras Foto: Morgana Schuh / Divulgação Grêmio FBPA

O Brasil-Fa vai até o  Estádio Antônio Vieira Ramos, o Vieirão, enfrentar o Grêmio pela última rodada da primeira fase do Gauchão Feminino. A partida está marcada para às 15h30min desta sexta-feira (15).

Leia mais:
Brasil-Fa é derrotado pelo Grêmio na estreia do Gauchão feminino
Brasil-Fa goleia e garante a terceira colocação no Gauchão Feminino

No primeiro turno, as equipes se enfrentaram no Estádio das Castanheiras e o Tricolor ficou com a vitória, ganhando a partida por 2 a 0. Nesta sexta, a partida será uma prévia da semifinal do campeonato, já que Brasil-Fa e Grêmio decidirão qual time chega à final.  

— Vamos dispostas a conhecer um pouco mais da equipe adversária. Tivemos só um jogo com elas e, agora, estão com uma outra jogadora que não nos enfrentou, a Ludmilla, que é muito boa. Então, pretendemos entender quais os pontos fracos e fortes do Grêmio, para tentar fazer frente para elas — conta a goleira Gil, 38 anos. 

Além de goleira, Gil também é a capitão da equipe e está entre as seis atletas do Brasil-Fa que iniciaram todas as partidas. Em sete jogos, ela sofreu 23 gols. No entanto, a média de gols sofridos é a menor entre os outros times interioranos que estão disputando o Gauchão Feminino. O Oriente, de Canoas, já sofreu 33; e o João Emílio, de Candiota, levou 67 gols. O Atlântico, por sua vez, desistiu da competição. 

 — Acredito que o nosso ponto forte seja a defesa, a marcação em si. Entendo que isso está fazendo sofrermos placares menores da dupla Gre-Nal. Na tabela, podemos observar também que não marcamos muitos gols, não temos saldo. Justamente, porque estamos tendo um foco maior na parte defensiva. Jogamos no 3-6-1, esquema que nenhuma outra equipe utiliza — explica a capitão do Brasil-Fa. 

O time de Farroupilha está na terceira colocação com 10 pontos. São três vitórias, um empate e três derrotas. Além de 15 gols marcados.  

Vaga no Brasileirão Feminino A2

O principal objetivo da equipe, no Gauchão Feminino, é conquistar uma vaga para o Campeonato Brasileiro Feminino A2. 

— O Brasil precisa conquistar o título do interior. Então, garante vaga no Campeonato Brasileiro — expõe o técnico Fernando Varani. 

No entanto, para conquistar o objetivo, o Brasil-Fa precisa chegar à final do Gauchão ou derrotar o Oriente, em uma possível decisão de título do interior. Isto se as duas equipes forem eliminadas nas semifinais. 

— Nós também pensávamos que a vaga era garantida ao time de melhor campanha (como no Gauchão masculino), por isso demos força total na reta final da primeira fase. Mas, descobrimos que há uma final do interior, caso as duas equipes sejam eliminadas nas semis. Por isso, almejamos muito passar para a final e conquistar a vaga na A2 sem precisar disputar o título do interior — diz Gil. 

Caso seja necessária, a final do interior ocorre em partida única, na casa da equipe com melhor campanha. Neste caso, no Estádio das Castanheiras. 

Leia também:
Caxiense representa o Brasil no Mundial de Karatê, a partir do dia 22 de novembro, no Japão 
Gestor e técnico do Serra Gaúcha querem formar não apenas atletas, mas melhores cidadãos
Serra Gaúcha Rugby aliou projeto social com a formação de novos atletas para a modalidade

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros