Em desvantagem no confronto, ACBF recebe o Pato para voltar à semifinal após quatro anos - Esportes - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Liga Nacional de Futsal09/11/2019 | 10h00Atualizada em 09/11/2019 | 10h00

Em desvantagem no confronto, ACBF recebe o Pato para voltar à semifinal após quatro anos

Neste domingo, equipe laranja precisa vencer no tempo normal para levar duelo à prorrogação

Em desvantagem no confronto, ACBF recebe o Pato para voltar à semifinal após quatro anos Lucas Amorelli/Agencia RBS
Valdin é uma das esperanças do time de Carlos Barbosa Foto: Lucas Amorelli / Agencia RBS

A ACBF recebe o Pato Futsal neste domingo, às 11h, pelas quartas de final da Liga Nacional de Futsal (LNF). Após ser derrotada no Paraná, a equipe laranja precisa vencer no tempo normal para levar a decisão para a prorrogação, período no qual tem a vantagem do empate. 

Leia Mais
ACBF seleciona atletas para categorias de base
Técnico da ACBF se afasta de pressão pela classificação na Liga: "Não é possível vencer todas as competições"

Além de encarar o atual campeão da LNF, a equipe de Carlos Barbosa precisa superar também dois significativos desfalques. O pivô Darlan, autor de 10 gols da competição, está lesionado e não enfrenta os paranaenses. Além disso, o também pivô Pesk, autor de 11 gols, passou por uma artroscopia no joelho há um mês e segue em recuperação.  

– Sabemos que eles são nossos artilheiros, e assim a probabilidade de marcarmos gols era maior. Mas a responsabilidade é de todos. A nossa torcida e o espírito de luta vão nos ajudar a fazer um grande jogo – comenta o ala Valdin, um dos jogadores mais experientes da equipe e acostumado com decisões em mata-mata. 

Na avaliação de jogadores e comissão técnica da ACBF, passes errados foram os principais motivos da derrota no jogo em Pato Branco-PR. A equipe serrana foi a que menos sofreu gols na primeira fase, porém nos últimos três jogos, somando a Liga Gaúcha, soma dez gols sofridos. A correção foi enfatizada durante as atividades desta semana e o fator local no jogo decisivo pode ser um privilégio. 

– É uma questão emocional. Depende da pressão do adversário e da pressão da torcida. Às vezes, você quer controlar o jogo, mas não é possível. O fato de jogarmos em casa pode nos dar essa possibilidade, assim evitar com que erremos com a posse de bola – afirma o técnico Marquinhos Xavier.

O quinteto inicial laranja deve ter Gian Wolwerine, Lé, Bruno Souza, Douglinhas e Valdin. 

Casa cheia 

São esperados mais de três mil torcedores no Centro Municipal de Eventos de Carlos Barbosa para acompanhar a partida. Ingressos antecipados custam R$ 20 e na hora da partida sobem para R$ 30. Para torcida do Pato, uma das mais fanáticas da Liga, foi disponibilizado um espaço com 150 lugares e montado um esquema especial de segurança e trânsito.

Leia Também
Juventude começa a definir vaga na final da Copa Sul Sub-19
Caxias confirma segundo reforço para o Gauchão 2020

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros