Fator Jaconi: jogar em casa fez a diferença para o Juventude na Série C - Esportes - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Dono do pedaço23/09/2019 | 20h26

Fator Jaconi: jogar em casa fez a diferença para o Juventude na Série C

Campanha alviverde em seus domínios foi de 72,7% de aproveitamento

Fator Jaconi: jogar em casa fez a diferença para o Juventude na Série C Porthus Junior/Agencia RBS
Sinergia entre time e torcida do Juventude foi decisiva na Série C Foto: Porthus Junior / Agencia RBS

A temporada do Juventude encerrou no domingo(22), com a eliminação alviverde na semifinal da Série C para o Náutico, fora de casa. Porém, o ano de 2019 pode ser considerado de comemoração para o Papo.  Além do acesso para a Segunda Divisão nacional, o período foi de volta do poder de fogo da equipe dentro do Estádio Alfredo Jaconi.

Se contar o ano inteiro, o Juventude nem foi tão superior assim aos seus rivais jogando no Jaconi. Porém, o aproveitamento em casa do time de Marquinhos Santos durante a disputa da Série C foi impressionante. Das 11 partidas em casa, o Papo conquistou sete vitórias, empatou três e só perdeu para o Ypiranga, na última rodada da fase de classificação, quando já estava garantido nos mata-matas.

Além disso, mesmo que tivesse criado para fazer ainda mais no Jaconi, a média de 1,72 gols por partida dá a ideia de como o Juventude foi efetivo em casa. Foram 19 gols convertidos e apenas cinco sofridos.

Comparando com a campanha de 2016, quando o clube alcançou o mesmo feito desta temporada, os números são destoantes. Naquela oportunidade, o time comandado por Antônio Carlos Zago não chegou a metade do aproveitamento em casa (48,4%). Além disso, aquela equipe marcou quatro gols a menos que o time de Marquinhos e sofreu o dobro.

Por temporada, o melhor desempenho no Alfredo Jaconi ocorreu em 2017, justamente quando o Juventude retornava à Série B. Depois de um fraco desempenho no Gauchão,  o time que chegou a flertar com a elite nacional teve um aproveitamento avassalador em casa na Segunda Divisão.

Leia mais
Juventude estreia contra o Figueirense na Copa Sul Sub-19
Após eliminação, jogadores valorizam boa temporada com a camisa do Juventude

Das 19 partidas em casa, o time teve 11 triunfos, empatou outras cinco e só perdeu três. O sonho do acesso naquele ano só não virou realidade porque a equipe, comandada em boa parte da competição por Gilmar Dal Pozzo, só  conquistou 13 pontos longe do Jaconi – campanha com duas vitórias, sete empates e dez derrotas.

Em 2020, os desafios estão postos e a Papada terá a Copa do Brasil, o Campeonato Gaúcho e a Série B. Ter um bom rendimento em casa pode ser determinante para que, diferente das últimas temporadas, o time passe com tranquilidade no Estadual e volte a sonhar com voos mais altos nas competições nacionais. 

A sintonia do time em campo com a torcida na arquibancada foi retomada. Nos últimos três jogos no Alfredo Jaconi, os públicos somados ultrapassaram os 40 mil torcedores. Os jogadores retribuíram isso com o acesso. Na próxima temporada, a sinergia Jaconera pode trazer ainda mais alegrias.

Leia também
Prefeitura de Farroupilha notifica Corsan por descumprimento de contrato
Prefeitura de Caxias nega uso da Praça Dante para Bênção dos Freis Capuchinhos

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros