A hora de Marquinhos: volante de 17 anos ganha espaço no meio-campo do Caxias - Esportes - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Copa Seu Verardi21/09/2019 | 15h00Atualizada em 21/09/2019 | 15h00

A hora de Marquinhos: volante de 17 anos ganha espaço no meio-campo do Caxias

Após saída de Juliano, jogador será titular contra o Lajeadense neste domingo (22)

A hora de Marquinhos: volante de 17 anos ganha espaço no meio-campo do Caxias Antonio Valiente/Agencia RBS
Volante ainda tem contrato amador com o Caxias Foto: Antonio Valiente / Agencia RBS

O Caxias encara o Lajeadense pela Copa Seu Verardi com um time bastante mudado. Depois de vencer o Avenida por 3 a 0 na rodada anterior, a equipe do técnico Rafael Lacerda será bem diferente no confronto das 15h30min deste domingo, na Arena Alviazul. Além das trocas na escalação por suspensão, como nos casos do zagueiro Jean e do lateral Guilherme Amorim, e por questões pessoais, o que ocorre com o volante Tássio, há um desfalque que será definitivo na Copinha. 

O volante Juliano será emprestado para o São Bento-SP para a disputa do Campeonato Brasileiro da Série B. Com vínculo com a equipe grená até o final de 2020, o jogador retornará ao Estádio Centenário para o Gauchão.

A saída do atleta do grupo abre espaço para um jovem jogador ganhar ainda mais oportunidades. O volante Marquinhos, 17 anos, foi o escolhido por Lacerda para ocupar a lacuna deixada por Juliano. Ainda com contrato amador, o jogador de 1m71cm será o primeiro homem do meio-campo grená em Lajeado.

 Leia mais
Definido nome do candidato da situação à presidência do Caxias para 2020 

— Vai depender só dele. É um atleta que eu gosto do estilo de jogo. É um volante que muitos vão dizer que é baixo, mas está na moda. Por anos, o Grêmio teve volantes baixos, o Corinthians também. Hoje o jogador tem que ter qualidade, ter a bola no pé. E o Marquinhos tem essa qualidade. Ele me demonstra nos treinos que merece essa oportunidade. A bola está com ele. Tem a minha confiança — afirmou Lacerda, revelando a conversa que teve com o jogador para avisar da nova função:

— Perguntei depois do jogo com o Avenida se ele daria conta de tentar fazer o que o Juliano faz. Principalmente a iniciação de jogo. O mais perto da característica do Juliano é o Marquinhos. 

Para encarar o Lajeadense, serão cinco mudanças, com quatro jogadores entrando no time. Além do ingresso de Marquinhos, Truyts ocupa o lugar de Jean, Eduardo Grasson vai na vaga de Tássio e Iago entra no lugar de Guilherme Amorim, mas atuará na esquerda, enquanto Eduardo Diniz será deslocado para a lateral direita. 

No meio, Lacerda preserva o posicionamento de um jogador para valorizar o desempenho dele nos últimos jogos.

— O Marabá é primeiro volante, mas ele está me dando uma condição como segundo que surpreende. Está muito bem nessa função. Então, não posso tirar o Marabá de um lugar que ele está muito bem e voltar ele para a primeira — disse Lacerda.

Para Marquinhos, o jogo do domingo pode marcar o início de uma sequência no 11 inicial grená. Titular em um jogo e entrando no decorrer de outras duas partidas, o jovem já acumula 116 minutos em campo na Copinha. Pelo discurso do treinador, a continuidade só vai depender dele.

— É só ele repetir o que faz nos treinamentos. E não vai ser da noite para o dia. Não vou achar que ele lá em Lajeado já estará pronto. Isso é um processo. Vou ter paciência. O Juliano é um jogador que consegue fazer tudo isso, mas remou até conseguir. O Juliano tem quase 30 anos, o Marquinhos só 17. Mas ele tem um potencial muito grande, confio muito e espero que ele possa confirmar nos jogos. Vou dar todo o respaldo para ele conseguir ter uma boa sequência — concluiu o treinador.

Leia também
Eleições e medidas do Governo Daniel Guerra recheiam cardápio

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros