Sem relaxar para classificar: goleiro do Juventude projeta rodadas finais - Esportes - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Série C11/08/2019 | 15h27Atualizada em 11/08/2019 | 15h37

Sem relaxar para classificar: goleiro do Juventude projeta rodadas finais

Time alviverde ainda busca a classificação matemática para a segunda fase

Sem relaxar para classificar: goleiro do Juventude projeta rodadas finais Lucas Amorelli/Agencia RBS
Goleiro alviverde avalia postura do time nas rodadas finais Foto: Lucas Amorelli / Agencia RBS

Após a vitória por 2 a 0 contra o Tombense na semana passada, o Juventude tem um período de tranquilidade, descanso e treinamentos. O jogo seguinte pela Série C é somente na segunda-feira (19), contra o Volta Redonda no Rio de Janeiro. Mesmo que a classificação matemática ainda não tenha sido confirmada, a passagem para fase de mata-mata está bem encaminhada, restando duas rodadas para o término da etapa inicial da competição. 

Leia Mais
O grande presente do capitão do Juventude: A importância de Isabela na vida de Eltinho
Intervalo: o foco está no acesso, mas o Juventude começou a planejar 2020 com antecedência

Ainda que a classificação seja praticamente certa, o discurso no Alfredo Jaconi é de foco e seriedade. Nada de relaxar para continuar a boa companha e chegar bem na fase decisiva para o acesso à Série B. 

 —  Importante que estamos encaminhados, mas acho que a gente sempre fala sobre isso. Só vamos relaxar quando estiver concretizada. Sabemos que nossa situação é mais tranquila que outros times e temos que valorizar isso. Tranquilidade para trabalhar, mas sem relaxar até sacramentar a classificação  —  afirma o goleiro Marcelo Carné. 

Além de confirmar a classificação de forma concreta e matemática, o Juventude tem outro objetivo estabelecido nesta primeira fase. Terminar em primeiro ou segundo na tabela para garantir o segundo duelo do mata-mata no Estádio Alfredo Jaconi. Em casa, o Ju ainda está invicto na Série C. 

A campanha em casa tem, até o momento, oito jogos, cinco vitórias, três empates, 13 gols marcados e somente três sofridos com um aproveitamento de 75% no Jaconi. Números que confirmam mais um motivo para a equipe seguir sem relaxar e buscar disputar a próxima fase em casa. 

 —  Desde o início pensamos na força do Jaconi. Durante o ano, nós fomos crescendo dentro de casa e hoje nós temos uma dinâmica muto boa junto com a torcida. Então, vamos bem para os dois últimos jogos para continuarmos numa crescente. Esse momento do campeonato é chave. Não adianta fazer um campeonato regular o ano inteiro e chegar agora no final e oscilar para baixo  —  analisa o goleiro alviverde. 

Marcelo Carné faz parte de uma das defesas menos vazadas da Série C até o momento. Em 16 jogos, o Juventude sofreu apenas 11 gols. Mais um número importante que cria confiança ao time alviverde para as duas rodadas finais e, claro, chegar forte no mata-mata decisivo. 

 —  Acredito que seja a confiança. É uma situação totalmente diferente ter jogadores que vivenciaram momentos decisivos e jogos importantes e você vivenciar isso como um grupo. Durante o ano, vencemos partidas grandes como um grupo. Você olha para o companheiro e você sabe o que pode esperar dele. Isso engrandece o time  —  finaliza o goleiro. 

Leia Também
Passageira de motocicleta morre em acidente em Bom Princípio
Homem morre atropelado no bairro Kayser, em Caxias

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros