Zagueiro do Caxias quer marcar gol no jogo do acesso para dedicar à filha  - Esportes - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Série D19/07/2019 | 07h00Atualizada em 19/07/2019 | 07h00

Zagueiro do Caxias quer marcar gol no jogo do acesso para dedicar à filha 

Thiago Sales quer homenagear Maitê, que ainda está na barriga da mamãe Juliana

Zagueiro do Caxias quer marcar gol no jogo do acesso para dedicar à filha  Porthus Junior/Agencia RBS
Foto: Porthus Junior / Agencia RBS

No confronto do Estádio Centenário, que abriu a decisão pelo acesso, o Caxias deixou claro que uma das armas que pode utilizar diante do Manaus é a bola aérea ofensiva. Na primeira etapa, foram pelo menos três oportunidades nas quais os jogadores grenás levaram vantagem. A superioridade só não se transformou em gols pela falta de pontaria, e até de sorte.

 Leia Mais
Caxias viaja para Manaus com a equipe titular encaminhada 
Lateral esquerda passa a ser a grande interrogação no time do Caxias para a decisão do acesso
Paredão grená: Caxias tem a melhor defesa entre os oito classificados 

– A gente está se cobrando demais. Todo jogo a gente aparece na área, e a bola passa raspando a trave ou o travessão, o goleiro pega e o gol não sai. Espero que esteja guardado para o acesso, um gol meu, do Thiago Sales ou de qualquer jogador na bola parada. Estamos treinando muito, treinando bem e está acontecendo de forma positiva nos jogos, só que a bola teima em não entrar – destaca o zagueiro Jean.

O discurso é repetido pelo companheiro de zaga, que lamenta o jejum e confia que o gol pode chegar justamente no momento mais importante do ano.  

– A gente treina bastante a bola aérea. Nos jogos temos as oportunidades, mas as bolas estão passando raspando, na trave, está complicado – destaca Thiago Sales, que conta receber até uma cobrança extra em casa por um motivo mais do que especial:

– Minha esposa está grávida e prometi o gol para a minha filha. Desde então, esse gol ainda não saiu. Teve bola na trave, já tive gol anulado, perdi gol sozinho, cabeceei perto do gol, como no último jogo. Quem sabe, não está guardado para esse momento especial.

Não seria apenas um gol, mas um presente para a esposa Juliana e para a filha Maitê, que está por nascer em breve. Marcar em Manaus poderia dar ao Caxias o acesso tão sonhado para a Série C. Por isso, o zagueiro destaca a importância de concentração total para que o time retorne do Norte do país com a classificação:

– A gente vai entrar no jogo como se estivesse 0 a 0. Não vamos sentar em cima da vantagem. Nos caracterizamos por jogar dentro e fora de casa do mesmo jeito e vamos repetir lá. É uma partida decisiva, a mais importante do ano, e vamos estar com muito foco e humildade para conquistar esse acesso.  

Leia Também
Por elenco rodado, Juventude já teve 23 jogadores no time titular. Confira quem mais jogou


 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros