Em vídeo publicado em rede social, meia Wagner, do Caxias, provoca adversário - Esportes - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Série D11/07/2019 | 15h07Atualizada em 11/07/2019 | 17h03

Em vídeo publicado em rede social, meia Wagner, do Caxias, provoca adversário

Atacante do Manaus rebateu as declarações do meia grená

Em vídeo publicado em rede social, meia Wagner, do Caxias, provoca adversário Porthus Junior/Agencia RBS
Meia Wagner vem sendo titular do Caxias, tanto como volante, quanto meia Foto: Porthus Junior / Agencia RBS

Um vídeo do meia Wagner, do Caxias, virou assunto nas redes sociais nesta semana. Na gravação feita antes da definição do adversário, ainda no retorno de Cianorte, o jogador fez provocações ao possível adversário e ironizou o uniforme verde, que lembra o Juventude, maior rival do clube grená.

—  Matamos o Avenida e o Cianorte. E venha quem for, vamos matar também. Se vier com fardamento verde, está f... "Tamo junto, vamo subir" grená — disse o jogador no vídeo publicado na sua rede social.

Leia Mais
Lições de 2018: pelo acesso, Caxias quer evitar erros da temporada passada

O atacante Mateus Oliveira, do Manaus, comentou as declarações do meio-campista do Caxias. O jogador afirmou que a provocação serve de incentivo.

— Costumo dizer que tem que esperar os 180 minutos. O São Raimundo provocou lá, porque ganharam, depois dei uma resposta aqui e ficaram chorando. Prefiro dar a resposta depois. A gente não fica preocupado com isso, serve para dar mais ânimo. Estou mais preocupado com minha equipe. Não cabe mais isso no futebol, coisa de "boleiragem". Eles falam que jogaram em outras divisões, mas estão na D. Estão igual a todos os outros, têm que respeitar — disse o jogador em entrevista ao globoesporte.com.

Leia Também
Randon é homenageada pelos 70 anos na Federasul
Sábado é Dia Mundial do Rock: saiba onde comemorar a data em Caxias do Sul

minha equipe. Não cabe mais isso no futebol, coisa de "boleiragem". Eles falam que jogaram em outras divisões, mas estão na D. Estão igual a todos os outros, têm que respeitar — disse o jogador em entrevista ao globoesporte.com.

Leia Também
Randon é homenageada pelos 70 anos na Federasul
Sábado é Dia Mundial do Rock: saiba onde comemorar a data em Caxias do Sul

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros