Diário de Manaus: sentimento misto entre frustração e alívio na derrota - Esportes - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Série D21/07/2019 | 20h30Atualizada em 21/07/2019 | 20h30

Diário de Manaus: sentimento misto entre frustração e alívio na derrota

Equipe da RBS na Serra acompanhou todos os detalhes da decisão entre Manaus e Caxias

Diário de Manaus: sentimento misto entre frustração e alívio na derrota Raphael Alves/Especial
Foto: Raphael Alves / Especial

Frustração e alívio
O sentimento de todos torcedores do Caxias com quem conversei era igual: uma mistura de frustração e alívio.

O resultado decepcionou os cerca de 70 grenás. Mas foi um alívio ter saído do estádio sem ferimentos. Todos reclamaram, e com razão, da falta de uma divisória entre as torcidas. A hostilidade foi grande e até garrafas de água foram arremessadas contra a turma de Caxias. A organização do estádio falhou nesse caso. Havia só quatro policiais, que não ajudaram muito a controlar os ânimos.

Esse clima de guerra foi muito alimentado pelas redes sociais. As provocações não foram bem recebidas por vários amazonenses. Assim como o foguetório em Caxias do Sul deu margem para o ambiente hostil propagado pela direção do Manaus. Isso repercutiu na arquibancada e com um ônibus de torcedores grenás sendo apedrejado após a eliminação. Por sorte, ninguém saiu ferido.

Leia Mais
Triste sina: relembre os tropeços nacionais do Caxias nos últimos 10 anos
Diário de Manaus: ônibus com torcedores do Caxias é apedrejado na saída da Arena
Após eliminação do Caxias, meia Wagner dispara contra atletas e ex-comissão técnica

Ainda sobre a arquibancada
Além da casa cheia, algumas coisas chamavam a atenção nas arquibancadas da Arena da Amazônia. Faixas alusivas ao Cruzeiro, o de Minas mesmo, e camisas de muitos clubes, entre eles Grêmio e Inter. Tinha até uma bandeira do Treze-PB.

Após o jogo, quando a nossa equipe deixava o estádio, alguns poucos torcedores do Manaus gritavam próximos a um portão: “Ah, é Juventude!”.

 Registro do Mercado Municipal de Manaus
Foto: Cristiano Daros / Agência RBS

Vocação para o turismo
Saindo um pouco do futebol, Manaus é uma cidade turística e recebe muitos visitantes diariamente. E a população se mostra preparada para isso. Independentemente quem for, se você questionar sobre pontos turísticos, todos sabem como chegar e uma base de valor para os passeios. 

Alguns pontos são tradicionais, como o Mercado Municipal. À beira do Rio Negro, você encontra dos mais variados produtos naturais e para todo tipo de enfermidade. Além, claro, do artesanato. 

 Equipe da RBS que foi cobrir o jogo do acesso entre Manaus x Caxias. Cristiano Daros (E), Rodrigo Cordeiro, Eduardo Costa e o cinegrafista Henry Palla.
Foto: Arquivo pessoal / Divulgação

Missão cumprida
Foram praticamente três dias completos em solo manauara. Como imprensa, não há do que reclamar sobre como fomos recebidos na capital do Amazonas. Desde os colegas jornalistas até de quem nos levou para todos os lados da cidade. 

Uma ou outra provocação ocorreu dentro da Arena da Amazônia, mas nada além dos tradicionais cânticos sobre gaúchos. Um dos poucos problemas foi a presença de torcedores nas tribunas de imprensa. Preocupou quem era de fora.

Enfim, a sensação é de dever cumprido, mas que poderia ser muito melhor com um resultado positivo do Caxias.

Leia Também
Vereadores irão encaminhar à prefeitura  pedido de informações sobre a ocupação da Maesa, em Caxias do Sul
Vídeo: Fogo às margens da Rota do Sol, em Caxias do Sul, deixa trânsito lento

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros