Com atenção à bola parada, Juventude joga para seguir na liderança - Esportes - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Série C 20/07/2019 | 06h00Atualizada em 20/07/2019 | 06h00

Com atenção à bola parada, Juventude joga para seguir na liderança

Alviverde enfrenta o Boa Esporte neste sábado, às 19h15min

Com atenção à bola parada, Juventude joga para seguir na liderança Antonio Valiente/Agencia RBS
Foto: Antonio Valiente / Agencia RBS

Pontuar fora de casa para se manter entre os primeiros colocados é o objetivo do Juventude na noite deste sábado (20). Em Varginha, às 19h15min, o time alviverde encara o Boa Esporte, pela 13ª rodada da Série C. Com apenas uma vitória longe do Alfredo Jaconi até agora, superar o rival mineiro pode ser determinante no quesito liderança do grupo B. 

 Leia mais
Quem sobe? Juventude de 2016 teve a melhor campanha entre os quartos colocados desde 2012
Juventude acerta com atacante do time sub-23 do Athletico-PR
Reservas do Juventude vencem o time de transição do Grêmio em jogo-treino 

— O jogo mais importante é o do Boa. Não adianta fazer prospecção. A reta final é difícil e temos de somar pontos para se manter entre os primeiros —  resume o técnico Marquinhos Santos, ao descartar a necessidade de vitória para compensar o empate em casa com o Paysandu. 

Aliás, do jogo da última rodada, ficam as lições recorrentes ao longo da competição. Embora tenha sofrido gols em apenas cinco jogos, três fora de casa, a bola parada é a grande vilã defensiva da equipe alviverde. Dos oitos gols sofridos em 12 jogos, seis foram de bola parada – um de pênalti, para o Ypiranga. Esse gol, aliás, foi o único que não partiu de cruzamento para a área, seja em bola rolando ou em cobrança de infração. 

— Temos de focar neste trabalho de bola parada, tentar arrumar posicionamento, troca de estratégia para melhorar neste fundamento, onde tomamos seis dos oito gols e quatro de escanteios. Temos de evoluir nisso – reconheceu o treinador do Ju, que ainda elogiou o rival: 

— O Nedo (Xavier) está assumindo o Boa Esporte pela 10ª vez. Nesses momentos de crise ele assume e tem bons resultados. É um treinador que conhece o clube muito bem. Temos de estar concentrados, será um jogo difícil. 

A estratégia para um bom resultado é manter o estilo de propor o jogo, até para pressionar o adversário que não vence desde o dia 16 de junho, na 8ª rodada da competição.

—  Temos tido esse conceito de tentar controlar o jogo, ter a posse, ser um time ofensivo, mesmo fora de casa. Claro que em algumas circunstâncias o adversário cresce na partida e acabamos atrás da linha da bola. Nesse caso é preciso um trabalho de transição — acrescentou Marquinhos Santos, que vai para o seu 23º jogo frente ao comando do Ju.

Leia também
Torres promove 2ª edição do Festival Vinodeiro
Clube Melissa reabre no Shopping Iguatemi Caxias
Farroupilha terá emissão digital de alvarás a partir de agosto

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros