Juventude pode ser punido por caso de racismo no jogo contra o Botafogo - Esportes - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Copa do Brasil08/05/2019 | 19h09Atualizada em 08/05/2019 | 19h09

Juventude pode ser punido por caso de racismo no jogo contra o Botafogo

Torcedor envolvido e clube serão denunciados pelo STJD

Juventude pode ser punido por caso de racismo no jogo contra o Botafogo Porthus Junior/Agencia RBS
Foto: Porthus Junior / Agencia RBS
Pioneiro
Pioneiro

O Juventude está nas oitavas de final da Copa do Brasil, mas pode ser punido por caso de racismo no duelo contra o Botafogo. O clube será denunciado devido ao episódio ocorrido no jogo válido pela terceira fase da Copa do Brasil. 

Gustavo Bochecha, volante da equipe carioca, estava no banco de reservas e recebeu um insulto racista — chamado de "macaco" — por parte de um torcedor, que foi prontamente identificado pelo clube e pelos órgãos de segurança e encaminhado para o Juizado Especial Criminal (Jecrim) do Alfredo Jaconi para registro da ocorrência. Depois da partida, o Juventude repudiou o episódio.

O clube e o torcedor serão enquadrados no artigo 243-G do Código Brasileiro de Justiça Desportiva. A punição poderá ser de suspensão mínima de 720 dias ao torcedor e o clube pode receber uma multa entre R$ 100 e R$ 100 mil. A informação foi divulgada pelo "Observatório da Discriminação Racial no Futebol". 

Leia Também
Na Assembleia Legislativa, Neri, O Carteiro destaca Escola Família Agrícola
Falta de efetivo faz BM repensar núcleos comunitários em Caxias do Sul

 

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros