Da confiança à escalação: o que mudou no Juventude pós-goleada para o Grêmio - Esportes - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Copa do Brasil20/05/2019 | 20h03Atualizada em 21/05/2019 | 09h32

Da confiança à escalação: o que mudou no Juventude pós-goleada para o Grêmio

Em momento distinto, Ju recebe o tricolor na quarta (22) em outra competição

Da confiança à escalação: o que mudou no Juventude pós-goleada para o Grêmio Porthus Junior/Agencia RBS
John Lennon (E) e Bruno Alves (D) são alguns dos jogadores que chegaram no Jaconi depois do Campeonato Gaúcho Foto: Porthus Junior / Agencia RBS

Mudou quase tudo. Da fotografia à postura, muitas coisas foram alteradas no Juventude desde o dia 24 de março. No Alfredo Jaconi, pela partida de ida das quartas de final do Gauchão, o Ju foi goleado pelo Grêmio por 6 a 0. A traumática derrota, no entanto, trouxe reflexos positivos para a sequência da temporada, que coloca o tricolor mais uma vez pela frente. Agora é pela Copa do Brasil nesta quarta-feira (22)

Nos números, tudo é positivo. Desde então, são nove partidas de invencibilidade, com três vitórias e seis empates, um deles no jogo da volta diante do mesmo Grêmio. A defesa foi o ponto alto da mudança alviverde. Mesmo que a base tenha sido mantida, o Ju sofreu apenas três gols nestas nove partidas. O segredo, segundo os jogadores, é uma mescla de fatores, desde a chegada de reforços ao entendimento do modelo de jogo do técnico Marquinhos Santos.

— Conseguimos assimilar a filosofia de trabalho, a estratégia de jogo. Chegaram jogadores mais experientes e com a sequência de partidas ganhamos confiança. É um somatório do trabalho do professor, da confiança e da chegada de alguns jogadores — avalia o goleiro Marcelo Carné.

Um dos atletas que são novidades pós-Gauchão é volante João Paulo. O volante se consolidou como o "1" no meio-campo do sistema 4-1-4-1 e é titular desde a partida de ida diante do Vila Nova-GO, na quarta fase da Copa do Brasil.

— O time vem se entrosando mais e qualquer um que entrar vai ir bem. Tive apoio dos companheiros, da comissão e isso está dando certo. Temos de trabalhar como estamos e as coisas vão acontecer dentro de campo — resumiu o volante, que ainda não sabe se terá Rafael Jataí, Christian ou Aprile como companheiro no setor, no lugar do suspenso Moisés.

Na escalação, são quatro mudanças efetivas. Sidimar e Eltinho se afirmaram no sistema defensivo e João Paulo e John Lennon são titulares absolutos desde que chegaram ao Alfredo Jaconi.

Quem jogou em Ju 0 x 6 Grêmio:
Marcelo Carné; Vidal, Genílson, Victor Sallinas e Felippe; Rafael Jataí; Dalberto, Moisés, Denner e Caprini; Braian Rodríguez. Entraram: Douglas Tomazi, Bruno Camilo e Breno.

Provável Ju para quarta-feira (22), com quatro ou cinco mudanças:
Marcelo Carné; Vidal, Genílson, Sidimar e Eltinho; João Paulo; John Lennon, Jataí ou Christian, Denner e Dalberto; Braian Rodríguez.

Ju pós-6 a 0
9 jogos (1 no Gauchão, 4 na Copa do Brasil e 4 na Série C)
3 vitórias
6 empates
7 gols marcados
3 gols sofridos
6 jogos sem sofrer gols

Leia também
Confira o que bombou nesta segunda-feira na Serra
Objetos de golpes são recuperados na casa de esposa de detento em Caxias

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros