Contra o Grêmio, Juventude busca campanha histórica e embolsar mais R$ 3,15 milhões - Esportes - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Copa do Brasil29/05/2019 | 09h00Atualizada em 29/05/2019 | 09h00

Contra o Grêmio, Juventude busca campanha histórica e embolsar mais R$ 3,15 milhões

Time se enfrentam por vaga nas quartas de final da competição

Contra o Grêmio, Juventude busca campanha histórica e embolsar mais R$ 3,15 milhões Lucas Amorelli/Agencia RBS
Atacante Dalberto (D), se recuperando de lesão, não está confirmado para a partida Foto: Lucas Amorelli / Agencia RBS

Tabus não faltam para o Juventude na noite desta quarta-feira (29). Às 21h30min, o time alviverde encara o Grêmio, na Arena, pela partida de volta das oitavas de final da Copa do Brasil. Em jogo, R$ 3,15 milhões, invencibilidade de 11 partidas, fazer história pelo clube e o fato de não vencer o Grêmio em Porto Alegre desde 2008. Além disso, o alviverde não sabe o que é fazer gols no rival desde 2016, quando eliminou o Tricolor nas quartas de final do Gauchão. 

Na atual temporada, são quatro confrontos e o Ju não marcou em nenhuma destas oportunidades — 3 a 0, 6 a 0, e dois 0 a 0. Para passar de fase, é preciso balançar as redes. Depois do 0 a 0 na partida de ida, quem vencer avança. Em caso de empate, independentemente do placar, a decisão será nos pênaltis. 

Apesar de não se apegar nos números, o técnico Marquinhos Santos encontrou uma feliz coincidência como motivação no lado alviverde. Em 2016, o time chegou às quartas de final da Copa do Brasil, mas a competição tinha uma fase a menos. Ou seja, se passar pelo Grêmio, a campanha atual já será histórica. 

— Já igualamos a campanha de 2016, que tinha uma fase a menos. Quem sabe com o resultado positivo e a classificação podemos fazer a segunda melhor campanha da história da Copa do Brasil. É um jogo que encaramos com o Grêmio sendo favorito, até pela atmosfera que vamos encontrar lá. Teremos de ter equilíbrio técnico e mental para sair de lá com a classificação. Mas volto a lembrar que nosso objetivo é a Série C — destacou o treinador. 

É no Campeonato Brasileiro, inclusive, que o treinador espera que 2016 se repita com o mesmo final feliz: 

— Não sou de me apegar a números. Gosto de estudar o futebol. Recordo que em 2016, as equipes que chegaram nas quartas de final foram Juventude e Fortaleza, onde eu estava. E foram as equipes que decidiram o mata-mata na Série C. Esse ano tem Juventude e Sampaio Corrêa, que foram bem no primeiro jogo e a a história pode se repetir. Temos de estar atentos e acompanhando, mas não me prendo a números. Eu nem tinha me dado conta da invencibilidade e nem deixo chegar ao vestiário. 

Mesmo garantindo que foco total está na terceira divisão, o objetivo do Ju é também acostumar a equipe a decisões, como foi contra o Botafogo e Vila Nova-GO. 

— É difícil surpreender o Grêmio, ainda mais jogando na Arena, mas vamos procurar fazer um bom jogo, com o nível de concentração alta e usar o jogo até para preparar para um mata-mata de Série C. Ter uma característica de jogo de transição, melhorar a qualidade ofensiva, o número de gols. É uma oportunidade para trabalhar estratégia de competição — acrescenta Marquinhos Santos, que realizou treinos fechados na segunda (27) e na terça-feira (28).

Ficha Técnica:
Grêmio: Paulo Victor; Leo Gomes, Geromel, Rodriguez e Juninho Capixaba; Michel e Maicon; Pepê, Jean Pyerre e Everton; Felipe Vizeu. Técnico: Renato Portaluppi.

Juventude: Marcelo Carné; Vidal, Genílson, Sidimar e Eltinho; João Paulo; Bruno Alves, Moisés (Aprile), Denner e Dalberto (Breno); Braian Rodríguez. Técnico: Marquinhos Santos

Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre.
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães (RJ), auxiliado por Emerson Augusto de Carvalho (SP) e Bruno Boschilia (PR).
TV: RBS TV e Sportv 2.
Rádio: Gaúcha Serra 102.7FM e Caxias 93.5FM.

Leia também
Vereadores de Caxias pedem que sejam reavaliadas formas de fiscalizações nas estradas
1ª máquina de solda inteligente do Brasil é fabricada em Caxias

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros