Brasil-Far divulga nota oficial sobre prisão de jogador em Passo Fundo - Esportes - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Terceirona Gaúcha29/05/2019 | 22h28Atualizada em 30/05/2019 | 09h14

Brasil-Far divulga nota oficial sobre prisão de jogador em Passo Fundo

Clube alega que zagueiro Darlan também foi vítima da injúria racial

Brasil-Far divulga nota oficial sobre prisão de jogador em Passo Fundo Brasil-Far / Divulgação/Divulgação
Em campo, time de Farroupilha bateu o Gaúcho por 1 a 0 Foto: Brasil-Far / Divulgação / Divulgação
Pioneiro
Pioneiro

O Brasil-Far divulgou na noite desta quarta-feira (29), por meio de nota oficial, sua versão sobre a confusão na partida diante do Gaúcho.  Após a vitória do time de Farroupilha por 1 a 0 — com gol de Almeida —,  em confronto válido pela nona rodada da Terceira Divisão Gaúcha, alguns acontecimentos movimentaram o pós-jogo na Arena BSBios, em Passo Fundo, e o Brasil teve um jogador preso, mas liberado após pagar fiança.

Leia mais
Jogo do Brasil-Far termina com denúncia de injúria racial e porte ilegal de arma
"A vitória é de suma importância", avalia zagueiro do Caxias 

De acordo com o clube farroupilhense, o zagueiro Darlan, do Brasil-Far, também foi vítima de injúria racial de torcedores e de jogadores do Gaúcho. A nota também cita que serão apuradas internamente as denúncias criminais envolvendo o meia Luiz Carlos, que se identificou como dono da arma.

Confira a nota emitida pelo Brasil-Far, assinada pelo presidente Elenir Luiz Bonetto:

A Sociedade Esportiva Recreativa e Cultural Brasil vem a público se posicionar sobre os fatos ocorridos após a partida realizada nesta tarde na cidade de Passo Fundo que terminou com a vitória do Brasil por 1x0.
Com relação as acusações de injúria racial reivindicada pelo atleta do S.C. Gaúcho, respeitamos, porém lamentamos e estranhamos que ela tenha sido atribuída a um atleta da nossa instituição poucos momentos após o também nosso atleta Darlan Noronha Lopes ter sido vitima de tal fato por parte de torcedores e de atletas do S.C. Gaúcho. Dessa forma podemos afirmar que desconhecemos tal acusação com relação a atitude de nosso atleta, mas mesmo assim não iremos medir esforços para apurar e contribuir com a resolução deste fato. Porém lamentamos veementemente as ofensas racistas recebidas pelo nosso atleta Darlan, e presenciadas por grande parte de seus colegas atletas e equipe técnica, fato este que nos entristece e de certa forma nos revolta. Salientamos que somos uma entidade com mais de 80 anos de existência que sempre prezou por valorizar as diversidades, em nosso elenco de atletas temos o orgulho de contar com inúmeras etnias e até nacionalidades, até mesmo em questão de gênero somos referência, sendo a única equipe da Serra Gaúcha a disputar o Campeonato Gaúcho de Futebol Feminino.
Em tempo, também afirmamos que estamos apurando internamente as denúncias criminais contra o também atleta Luiz Carlos e nosso departamento jurídico está atento e atuante em ambos os casos para que os fatos sejam esclarecidos e a verdade e a transparência sejam apuradas para o bem das duas tradicionais agremiações do nosso interior.

Elenir Bonetto
Presidente do Brasil de Farroupilha

Leia também
Bancada do PT questiona licenças de secretárias de Caxias do Sul
Moradores do Monte Carmelo, em Caxias, lotam plenário da Câmara para cobrar regularização

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros