"Estamos muito confiantes para a Série D", destaca Thiago Sales, zagueiro do Caxias  - Esportes - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Xerife grená19/04/2019 | 22h25

"Estamos muito confiantes para a Série D", destaca Thiago Sales, zagueiro do Caxias 

Defensor grená participou do Show dos Esportes, na Gaúcha Serra

"Estamos muito confiantes para a Série D", destaca Thiago Sales, zagueiro do Caxias  Antonio Valiente/Agencia RBS
Foto: Antonio Valiente / Agencia RBS
Pioneiro
Pioneiro

Thiago Sales hoje é valorizado pelo torcedor grená pela qualidade técnica e segurança. O zagueiro, que iniciou a temporada como reserva, precisou conquistar seu espaço com o decorrer dos jogos do Estadual. Ao final do Gauchão, o sentimento é de dever cumprido. Na sexta-feira, ele participou do programa Show dos Esportes. 

Leia Mais
CBF confirma a tabela detalhada da Série D e Caxias estreia no dia 5
Centroavante Michel deve ser confirmado como reforço do Caxias na próxima semana

— Para quem não é titular, tem que trabalhar em dobro. A oportunidade que você tem de mostrar para o treinador que merece uma chance é nos treinamentos. Não dá para deixar a peteca cair. E, quando a oportunidade aparece, tem de aproveitar — destaca o defensor.

Thiago ampliou seu vínculo com o Caxias até o final da próxima temporada. E se mostra muito adaptado ao estilo de jogo proposto pelo técnico Pingo:

— Eu, particularmente, sempre fui um zagueiro mais técnico. Este estilo de jogo do Pingo me favoreceu. E, a base de muito treinamento, todos zagueiros conseguiram desempenhar o que ele queria. Foi muito na parte da conversa. É um estilo de jogo diferente e o Pingo nos passava muita confiança nos treinos. Assumia a responsabilidade.

O jogador ainda falou sobre as experiência no Chipre e no Kuwait, seja dentro de campo ou culturalmente, e o início de carreira na base do Flamengo.

— Meu grande ídolo no futebol é o Juan. Mas o Ronaldo Angelim e o Fábio Luciano, que eram os titulares quando eu subi para o profissional, foram primordiais para o meu crescimento. Quanto a treinador, na parte tática um dos melhores que trabalhei foi o Cuca. Na gestão de grupo, sem dúvida nenhuma, Joel Santana — citou o jogador.

Para a Série D, a expectativa é enorme, ainda mais após a frustração de 2018.

— A gente bateu na trave, no travessão, em todas as possibilidades possíveis. Ficou um gosto muito amargo. No futebol a gente brinca que tem dia que é noite. Contra o Treze foi isso. Era uma campanha muito boa. Temos um grupo muito difícil para encarar agora e precisamos entrar a mil. Estamos muito confiantes.

Leia Também
Presidente do Juventude destaca parceria a longo prazo e chance de valorização de jovens talentos

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros