Equilibrar as finanças e investir na Série C: os planos do Juventude com o dinheiro da Copa do Brasil - Esportes - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

No Jaconi16/04/2019 | 22h35Atualizada em 16/04/2019 | 22h35

Equilibrar as finanças e investir na Série C: os planos do Juventude com o dinheiro da Copa do Brasil

Presidente Walter Dal Zotto Jr revelou valores de déficit e do orçamento pensando já em 2020

Equilibrar as finanças e investir na Série C: os planos do Juventude com o dinheiro da Copa do Brasil Porthus Junior/Agencia RBS
Foto: Porthus Junior / Agencia RBS

Classificado na Copa do Brasil, o Juventude aguarda o vencedor de Vila Nova-GO e Bragantino-PA para encarar na quarta fase do torneio. Mais do que avançar e seguir na disputa, o objetivo alviverde é embolsar mais de R$ 2 milhões, além dos quase R$ 4 milhões que o clube já recebeu por estar nesta etapa da competição nacional.

Leia Mais:
De olho nos próximos desafios, Braian Rodríguez valoriza a evolução do Juventude
Caxias confirma dois testes preparatórios para a Série D

Todos esses valores tem um destino principal: equilibrar as finanças do clube. De acordo com o presidente do Juventude, Walter Dal Zotto Jr, os investimentos também chegarão dentro de campo, mas não sem pensar em quitar qualquer tipo de pendência.

— A palavra certa é aliviada. Tínhamos um déficit de mais de R$ 7 milhões. Tivemos um incremento, mas agora teremos um investimento maior para a Série C. Temos em torno de R$ 4 milhões ainda para buscar. Por isso é importante manter a concentração e avançar mais uma fase na Copa do Brasil para equilibrar isso — explicou Dal Zotto, que participou do programa Show dos Esportes da Rádio Gaúcha Serra.

No programa, que vai ao ar às terças e sextas-feiras, no 102.7 FM, o mandatário alviverde explicou que até o momento R$ 1,3 milhão já foram investidos em tudo que se pensa para a Série C, mas o clube ainda deve encaminhar, pelo menos, quatro atletas, alguns destes via parceria com o Athletico-PR.

— O investimento para a Série C já é de R$ 1,3 milhão, mas ainda teremos contratações para agregar qualidade a este grupo. É essencial que o Juventude consiga subir para a Série B para ter um orçamento mais equilibrado para a próxima temporada. O torcedor está otimista por esta atuação diante do Botafogo e precisamos deles. O Juventude tem dificuldades e cada valor contribui para termos mais tranquilidade — detalhou o presidente, que nesta quinta-feira (16) embarca para Curitiba-PR para definir as contratações oriundas do Furacão.

Confira a íntegra da entrevista no Show dos Esportes da Rádio Gaúcha. Além do presidente do Juventude, o técnico do Brasil-Fa, Alê Menezes, e o técnico do Glória, Jair Galvão, foram atrações do programa desta terça-feira (16).

Leia Também:
Morre ex-vice-prefeito de Vacaria
Democratas de Caxias do Sul garante que terá candidato a prefeito

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
Imprimir
clicRBS
Nova busca - outros