Luiz Carlos Winck deixa o comando do Juventude após derrota no clássico - Esportes - Pioneiro

Versão mobile

 
 

Gauchão 201909/03/2019 | 19h11Atualizada em 09/03/2019 | 19h11

Luiz Carlos Winck deixa o comando do Juventude após derrota no clássico

Técnico foi demitido após a goleada do Caxias por 3 a 0, neste sábado

Luiz Carlos Winck deixa o comando do Juventude após derrota no clássico Porthus Junior/Agencia RBS
Foto: Porthus Junior / Agencia RBS
Pioneiro
Pioneiro

Luiz Carlos Winck não é mais o técnico do Juventude. O anúncio foi feito por volta das 19h, minutos após o apito final do clássico Ca-Ju, que teve uma vitória incontestável do Caxias por 3 a 0.

— Foi um fiasco, um fracasso. Temo de olhar o trabalho e arrumar a nossa casa. Conversamos com o Winck e ele também achou por bem essa situação. Encerramos hoje o trabalho dele. A partir de agora já inicio os contatos e espero até segunda-feira anunciar o novo nome — anunciou o diretor-geral de futebol Osvaldo Pioner.

Após ser rebaixado com o time na reta final da Série B de 2018, Winck ganhou uma segunda chance da nova direção alviverde. Porém, uma série de problemas na montagem do grupo e na formação do time fizeram com que o Juventude não decolasse neste ano. Apesar do avanço à terceira fase da Copa do Brasil, a equipe ainda não venceu em casa no Gauchão, onde ocupa momentaneamente a nona colocação, com algum risco de rebaixamento.

Por conta disso, a direção alviverde optou por uma mudança drástica e diz que também vai analisar o grupo e as carências para a sequência da temporada.

Leia Também
Mãe do técnico Tite, dona Ivone Mazzochi Bachi, morre aos 83 anos, em Caxias

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros