Técnico Winck e auxiliar Zé Carlos podem pegar até seis jogos de suspensão - Esportes - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Gauchão12/02/2019 | 16h59Atualizada em 12/02/2019 | 16h59

Técnico Winck e auxiliar Zé Carlos podem pegar até seis jogos de suspensão

Treinador do Juventude será um dos denunciados por confusão no embate com o Inter

Técnico Winck e auxiliar Zé Carlos podem pegar até seis jogos de suspensão Felipe Nyland/Agencia RBS
Técnico Luiz Carlos Winck (C) será denunciado pela Procuradoria do TJD Foto: Felipe Nyland / Agencia RBS
Pioneiro
Pioneiro

As confusões envolvendo a comissão técnica do Juventude, jogadores do alviverde e do Inter, no domingo (10), podem causar ainda mais danos ao clube caxiense. Além das expulsões e suspensões automáticas, o técnico Luiz Carlos Winck, o auxiliar Zé Carlos Marques e o zagueiro Victor Sallinas ainda podem pegar um "gancho" maior do Tribunal de Justiça Desportiva (TJD). As duas instituições também podem sofrer punições.

A Procuradoria vai oferecer denúncia e o trio, assim como Nico López (também expulso) e os próprios clubes, devem ser julgados na próxima semana. Winck e Zé Carlos podem pegar pena de uma a seis partidas por "assumir conduta contrária à disciplina...", conforme o artigo 258 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

Sallinas e Nico estão enquadrados no artigo 254 A, que se refere a "praticar agressão física durante a partida, prova ou equivalente". As penas variam de quatro a 12 partidas.

Já os clubes podem sofrer com multas de até R$ 20 mil. Ju e Inter foram citados pelo que diz no artigo 257: "Participar de rixa, conflito ou tumulto durante a partida...".

Leia Também:
"Sinto medo", diz enfermeira agredida por paciente na UPA de Caxias
Votação do pedido de impeachment do prefeito de Caxias deve começar após as 16h

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros