Cria do Flamengo, goleiro do Juventude lamenta por "sonhos perdidos" no Ninho do Urubu - Esportes - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Tragédia no Rio08/02/2019 | 16h11Atualizada em 08/02/2019 | 16h11

Cria do Flamengo, goleiro do Juventude lamenta por "sonhos perdidos" no Ninho do Urubu

Marcelo Carné fez mais de 300 jogos nas categorias de base do time carioca

Cria do Flamengo, goleiro do Juventude lamenta por "sonhos perdidos" no Ninho do Urubu Antonio Valiente/Agencia RBS
Foto: Antonio Valiente / Agencia RBS

Formado nas categorias de base do Flamengo, onde atuou em mais de 300 partidas, o goleiro Marcelo Carné, hoje no Juventude, falou sobre a tragédia no Ninho do Urubu. O incêndio que vitimou 10 pessoas, a maioria jovens atletas da base rubro-negra, deixou em luto o mundo do futebol.

Leia Mais
Jogador da base do Flamengo, caxiense Pedro Arthur lamenta morte de colegas em incêndio no RJ

— É uma situação que transcende o futebol. Principalmente para quem foi criado lá. Muitas pessoas compartilham o mesmo sonho dessas crianças, abdicam de estar próximo de familiares e é algo que sinto muito. Em grupos de whatsapp, com ex-jogadores do Flamengo, ficamos tristes ao pensar que poderiam ser amigos nossos. É uma tragédia. Esperamos que Deus possa confortar o coração dos familiares — disse Carné.

Para o goleiro do Ju, o momento é de avaliar os motivos que causaram a tragédia e dar apoio aos familiares das vítimas e dos atletas que sobreviveram:

— Está acima do clube. Acredito que seja o dia mais triste da história do Flamengo. Tenho amigos lá e espero que todos possam se reerguer e passar por esse luto. 

Leia também
Ciclistas de Caxias do Sul fazem expedição internacional  

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros