Com "invicto" Marabá, Caxias busca contra o VEC reencontrar as vitórias - Esportes - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Gauchão 201908/02/2019 | 20h00Atualizada em 08/02/2019 | 20h00

Com "invicto" Marabá, Caxias busca contra o VEC reencontrar as vitórias

Time grená terá quatro mudanças na equipe para jogo deste sábado (9)

Com "invicto" Marabá, Caxias busca contra o VEC reencontrar as vitórias Felipe Nyland/Agencia RBS
Volantes Marabá e Juliano serão titulares pela primeira vez nesta temporada no time grená Foto: Felipe Nyland / Agencia RBS

No ano passado foi assim. O Caxias começou 2018 com Régis como o principal volante de marcação e, nas últimas partidas do Gauchão, Marabá assumiu a titularidade e foi mantido por toda a Série D. Um precedente que anima o jogador, que fará sua estreia na temporada, que irá acontecer neste sábado (9), às 17h, no Estádio Centenário.

— Independentemente se começa, ou não, o ano, você tem de ter o pensamento de terminar a temporada. Meu pensamento é sempre começar, mas nem sempre é como a gente almeja. É continuar focado nos treinamentos porque a oportunidade sempre aparece, cedo ou tarde — comenta o experiente volante, de 32 anos.

Marabá também comemora o fato de poder atuar ao lado de Rafael Gava e Diego Miranda, companheiros da temporada 2018.

— Espero ter sucesso. Temos um longo tempo de entrosamento e esperamos dar resultado já neste jogo. Sempre se espera entrar quando o time está bem, mas estou me preparando desde o início por esta oportunidade. Tenho trabalhado para corresponder — reitera.

Os números são favoráveis ao jogador, que está na sua terceira temporada na equipe grená. No ano passado, Marabá atuou em 12 partidas, duas delas no Gauchão, e não perdeu em nenhuma oportunidade. Nas feliz coincidência de invencibilidade, estão sete vitórias e cinco empates. 

Experiente e entrosado
O técnico Pingo justifica o ingresso do volante também pelo entrosamento com Rafael Gava e Diego Miranda, todos dos setor do meio-campo.

— Estou aproveitando os jogadores que jogam junto desde o ano passado. Precisamos de mais tranquilidade neste momento e eles têm isso. Rendem mais na pressão. Não diria que (o meio) não me agradou, mas não era o que eu esperava. Mas sei da qualidade dos atletas que vinham atuando. Às vezes, você dando descanso a um atleta, ele se recuperando emocionalmente ele volta mais forte. Sempre procuro recuperar os atletas e, com esse tempo, essa tranquilidade, eles voltarão mais fortes — acrescenta Pingo.

Apesar das mudanças nas peças, a postura desejada é a mesma, principalmente, da que foi vista no primeiro tempo contra no Grêmio, no último domingo.

— Temos que adiantar um pouco mais a marcação e evitar as ligações diretas. Nossa equipe geralmente tem posse de bola e, às vezes, ficamos desligados quando erramos a ligação. O mais importante é que os jogadores tenham consciência de que precisamos do resultado positivo — projeta o comandante do Caxias.

Ficha Técnica:
Caxias:
Lee; Muriel, Júnior Alves, Thiago Salles e Samuel Balbino; Marabá, Juliano, Rafael Gava e Diego Miranda; Bruno Alves e Junior Juazeiro. Técnico: Pingo.
Veranópolis: Reynaldo; Lito, Geninho, Negretti (Bovi) e Jadson; Kaio e Everton Dias; Tulio Rennan, Talles Cunha e Juba; Raphael Macena. Técnico: Sananduva.

Local: Estádio Centenário. Árbitro: Eleno Todeschini, auxiliado por Tiago Augusto Kappes Diel e Fabrício Lima Baseggio. Ingressos: R$ 50 e R$ 25 (meia-entrada); R$ 60 (cadeira e acompanhante de sócio).

Leia Também:
Novo acidente em trevo de acesso a Fazenda Souza escancara falta de providências do Estado
MPF recomenda obras para amenizar insegurança em trecho urbano da BR-116, em Caxias

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros