Concorrência no ataque aumenta no Juventude para o Gauchão 2019 - Esportes - Pioneiro

Vers?o mobile

 

Na frente07/01/2019 | 18h28Atualizada em 07/01/2019 | 18h31

Concorrência no ataque aumenta no Juventude para o Gauchão 2019

Alviverde conta com oito jogadores do setor no elenco

Concorrência no ataque aumenta no Juventude para o Gauchão 2019 Antonio Valiente/Agencia RBS
Atacantes Paulo Sérgio (E) e Breno (D) foram os últimos atacantes a serem inseridos no grupo alviverde Foto: Antonio Valiente / Agencia RBS

A semana começou com novidades no Juventude. Os atacantes Breno e Paulo Sérgio, que chegaram na última semana, já treinam com o grupo de jogadores. Na tarde desta segunda-feira (7), a dupla, assim como o lateral-esquerdo Eltinho, não iniciou a atividade tática comandada por Luiz Carlos Winck. O zagueiro Sidimar e o centroavante Rodinei não foram a campo, apenas realizaram exames médicos.

Enquanto isso, Winck vai dando indícios de qual equipe o Ju terá em campo amanhã, diante do Criciúma, no primeiro jogo-treino do alviverde na temporada. Um dos confirmados é o atacante Dalberto, que começou os treinamentos atuando como atacante pela direita, mas vem sendo utilizado como referência no setor ofensivo.

— Geralmente atuo pela direita, mas já joguei por dentro. Me sinto confortável para fazer as duas posições — explica o jogador, que, apesar da concorrência dos recém-chegados, vê a disputa como sadia e até ideal para a formação da equipe:

— São pessoas de qualidade que vêm para somar na equipe. Para quem joga ali na frente é preciso concorrência para melhorar a cada dia e buscar o nosso melhor. Teremos uma briga muito boa entre nós. Fisicamente, saio na frente. Tem todo um processo de pré-temporada e ela está bem intensa. Mas em alguns dias eles também estarão aptos — acrescenta o atacante, um dos primeiros contratados a chegar no Jaconi, no começo de dezembro.

Além de Dalberto, o Ju conta com outros sete jogadores para o ataque: Ebere, Breno, Dionas Bruno, Matheus Vareta, Rodinei, Douglas Kemmer e Paulo Sérgio. Além deles, como opções ofensivas, Winck tem os jovens os meias Denner e Valentini, e os recém-contratados Aprile e Caíque Valdívia.

Leia Também:
"Tinha de manter a calma, para acalmar ele", diz mãe de bebê que ficou preso no carro em Caxias
Autor de feminicídio em Garibaldi tem prisão preventiva decretada
O que José Ivo Sartori deixa para a Serra

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros