Para 2019, Caxias conta com 13 remanescentes da atual temporada - Esportes - Pioneiro

Versão mobile

 

Gauchão05/12/2018 | 08h00Atualizada em 05/12/2018 | 08h00

Para 2019, Caxias conta com 13 remanescentes da atual temporada

Zagueiro Jean projeta ano de triunfos para equipe grená

Para 2019, Caxias conta com 13 remanescentes da atual temporada Porthus Junior/Agencia RBS
Zagueiro Jean (C) comemora fato de time grená ter a maioria "caseira" no elenco para a temporada de 2019 Foto: Porthus Junior / Agencia RBS

Se depender do zagueiro Jean, o técnico Pingo não terá dificuldades no comando do Caxias. Na terça-feira, o time grená se reapresentou para a pré-temporada  e o capitão foi o porta-voz da equipe no Estádio Centenário. Dos 21 jogadores que compõem a lista do treinador estreante no futebol gaúcho, 13 estiveram no grupo do Caxias no Gauchão ou na Série D em 2018.

— É sempre bom contar com pessoal que conhece a casa, a competição. Isso soma, até porque acho que nem o Pingo conhece todos, alguns ainda vão chegar. Trabalho não vai faltar. Vi que o Pingo gosta de trabalhar bastante. Tudo o que ele precisar saber de jogadores daqui ou de fora vou ajudar, seja dentro ou fora de campo — resumiu Jean. 

O zagueiro, de 29 anos, vai para a sua sétima temporada vestindo a cor grená. Motivos de sobra para entender das ambições do clube e da formação de um novo plantel. 

— A maioria dos que trabalhei são remanescentes. Muitos joguei contra. Já deu para perceber bastante coisa. Temos um grupo com qualidade, batalhador, todos treinando forte. Acredito que o trabalho é a base de tudo. Espero que assim a gente possa montar um coletivo muito forte — acrescentou. 

Em 2018, Jean conviveu com lesões. Ao todo, o jogador entrou em campo em apenas 11 partidas, oito delas na reta final da participação grená na Série D. Para o ano que vem, a meta é, primeiramente, atuar o maior número de jogos possível: 

— Espero não sofrer com as lesões. Muitas me tiraram por algumas semanas. Acredito que farei uma boa temporada para ter um melhor ano.

A busca é por títulos
Se na apresentação, Pingo falou em conquistar títulos, o zagueiro Jean endossou o discurso do novo treinador grená. Para o defensor, o Caxias precisa pensar grande, principalmente, pelas campanhas anteriores, como no vice de 2012. 

— Acho que ele está totalmente certo. Temos que ter ambição. Defendemos um grande clube e, geralmente, vamos bem em grandes jogos. Temos chances de fazer bons campeonatos e, sim, pensar em títulos. Já bati na trave em 2012 aqui e por que não sermos campeões em 2019? Temos que acreditar — reitera. 

Na atual temporada, o time grená foi eliminado pelo Avenida nas quartas de final do Gauchão, pelo Atlético-PR na primeira fase da Copa do Brasil e nas quartas da Série D do Campeonato Brasileiro, no jogo que valia o acesso, diante do Treze. 

Coincidentemente, todas estas frustrações ocorreram dentro do Estádio Centenário. Logo, a meta para o próximo ano é aprender com os próprios erros, principalmente dentro de casa. 

— O ano de 2018 foi bom e de várias lições, mas perdemos jogos que eram fundamentais para os nossos objetivos. Faltou efetividade nos últimos jogos. Saímos ganhando em casa e perdemos. Mas vamos trabalhar bastante para mudar isso quando chegarem esses jogos importantes — avalia Jean.

Leia Também:
Refém morto em ataque a banco estava no porta-malas de um dos carros de bandidos
VÍDEO: veja o momento da fuga dos assaltantes que atacaram bancos em Ibiraiaras

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros