Intervalo: Em times reformulados, faltam as peças mais importantes para Caxias e Juventude - Esportes - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Opinião10/12/2018 | 20h52Atualizada em 10/12/2018 | 20h52

Intervalo: Em times reformulados, faltam as peças mais importantes para Caxias e Juventude

Na mudança brusca dos elencos, setor ofensivo ainda tem carências

Intervalo: Em times reformulados, faltam as peças mais importantes para Caxias e Juventude Porthus Junior/Agencia RBS
Foto: Porthus Junior / Agencia RBS

Peças decisivas
Tanto Caxias quanto Juventude chegam neste momento de preparação, com cerca de 40 dias para a estreia no Gauchão, com lacunas em aberto na formação de seus elencos. O grupo grená está mais encorpado em peças e já deve dar maior atenção ao trabalho tático com Pingo nos próximos dias. Porém, ainda faltam jogadores para o setor ofensivo. 

Leia Mais
Juventude se reapresenta para a pré-temporada com 18 atletas
Goleiro Luís Cetin destaca acesso à Série C como principal objetivo do Caxias em 2019

O caso do Ju não é tão diferente. Em um grupo totalmente reformulado, as peças principais ainda não chegaram. Faltam, pelo menos, um centroavante, um atacante de velocidade e um meia com potencial de titularidade. 

No Centenário ou no Jaconi, a maior dificuldade está no encaixe das peças.

Ninguém fica
O Ju não ficará com nenhum dos atletas que tinha interesse em renovar, casos de Felipe Mattioni, Rodrigo, Hugo Sanches, Esquerdinha e Rafael Bonfim. 

Vale a aposta?
Pingo pediu e o Caxias vai apostar em João Paulo no Gauchão. Em 2018, ele não conseguiu ter bom desempenho no Estadual, como fez, por exemplo, no Novo Hamburgo. 

Sem grandes opções para a função, vale a segunda chance ao camisa 9. 

Sondagem
O goleiro Marcelo Pitol chegou a ser sondado pelo Caxias para um possível retorno. Porém, como o clube grená já possui três atletas para a função, é pouco provável que ele volte ao Centenário. Pitol foi liberado pelo Brasil-Pel.

E lá vem confusão...
Rebaixado para a Série B, o Sport enviou ontem uma notícia de infração ao Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) pedindo a perda de pontos do Ceará pela escalação irregular do lateral-esquerdo Ernandes.  

Na semana passada, a Ponte Preta levantou a suspeita de que o jogador estaria usando um documento falso e protocolou uma notícia de infração contra o Goiás no STJD. Ernandes atuou em 31 partidas na Série B e, caso a Procuradoria entenda que o clube goiano teve culpa, a última vaga no G-4 ficaria com os paulistas.  

Alertado pela Ponte Preta, o Sport também entrou na onda, mas pedindo punição ao Ceará. Isso porque, antes de se transferir para o Goiás, Ernandes defendeu o clube cearense na primeira rodada do Brasileirão – derrota para o Santos por 2 a 0.  

A diretoria rubro-negra espera que o Ceará seja punido com a perda dos três pontos e, se isso acontecer, o Sport escaparia do rebaixamento para a Série B. 

Mais uma vez, vai dar confusão...

Leia Também
Meninas da Apaavôlei/UCS são campeãs estaduais na categoria mirim

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
Imprimir
clicRBS
Nova busca - outros