Tarde para cumprir tabela e "honrar a camisa" do Juventude - Esportes - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Série B14/11/2018 | 20h23Atualizada em 15/11/2018 | 08h00

Tarde para cumprir tabela e "honrar a camisa" do Juventude

Já rebaixado, o alviverde encara o campeão Fortaleza, às 18h15min, no Ceará

Tarde para cumprir tabela e "honrar a camisa" do Juventude Felipe Nyland/Agencia RBS
Técnico Luiz Carlos Winck pediu empenho aos seus jogadores para que terminem a Série B honrando a tradição do clube alviverde Foto: Felipe Nyland / Agencia RBS
Pioneiro
Pioneiro

Se para os torcedores significa muito pouco ou quase nada, para os jogadores deve valer a honra de vestir a camisa do Juventude. É esse o discurso que o técnico Luiz Carlos Winck utiliza para mobilizar o grupo do Ju para os dois jogos que ainda restam na Série B. Na tarde desta quinta-feira, às 18h15min (horário de Brasília), o alviverde encara o Fortaleza, na penúltima rodada da competição.

Com um Castelão que deve ter público superior a 50 mil, o time cearense utilizará a partida para comemorar diante do seu torcedor o título antecipado do torneio. Ao já rebaixado Juventude resta o sprint final já pensando na próxima temporada. 

– É uma questão de respeito com a instituição Juventude. A imagem nossa que vai permanecer serão desses últimos jogos. Temos de honrar a tradição do clube. Temos de tentar, pelo menos, amenizar a situação do clube nos próximos dois jogos – avaliou Winck. 

Além da fase, o treinador tem muitos problemas para escalar a equipe. Rafael Bonfim, suspenso, Micael e Fred (ambos machucados) são os desfalques na zaga, que pode ter o retorno de Vinicius. O jogador, porém, não atua desde março, antes de ser operado no joelho. Na lateral esquerda, Pará está fora, também por lesão, Neuton viajou com o grupo, mas saiu mais cedo na última rodada com dores nas costas, e Esquerdinha recém retornou aos treinos. 

– O único zagueiro inteiro que temos é o Wagner. Definiremos uma equipe em Fortaleza, com ou sem referência, mas procurando ir para dentro de campo e fazer o melhor para representar bem a instituição – tentou explicar o treinador, que terá que decidir entre Vinicius ou Esquerdinha no time titular para então definir o posicionamento de Neuton.

No ataque, a tendência é de que Denner e Hugo Sanches sejam mantidos na equipe. Douglas Kemmer, Caio Rangel e Leandro Lima disputam a outra vaga. 

A última vez que o Ju jogou contra o Fortaleza, no Ceará, foi em situação completamente oposta. No dia 9 de outubro de 2016, os times empataram em 1 a 1 e o Ju garantiu o acesso da Série C para a B. Daquele time apenas quatro atletas estarão à disposição de Winck nesta quinta: Douglas, Vidal, Lucas e Felipe Lima.

Leia Também:
Impasse no pagamento da primeira parcela da venda da Voges em Caxias
Acidente em Flores da Cunha faz Supremo concluir que é crime fugir do local do acidente

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros