Intervalo: e você torcedor alviverde, acredita? - Esportes - Pioneiro

Versão mobile

 

Opinião03/11/2018 | 09h46Atualizada em 03/11/2018 | 09h46

Intervalo: e você torcedor alviverde, acredita?

Jogadores do Ju falam acreditar em milagre e escapar do rebaixamento

Intervalo: e você torcedor alviverde, acredita? Porthus Junior/Agencia RBS
Foto: Porthus Junior / Agencia RBS

O capitão Micael deu o tom e a cena descrita pelo repórter Marcelo Rocha mostra que ao menos a teimosia necessária os jogadores do Juventude terão para escapar do rebaixamento. Lógico que ninguém iria esperar que os atletas tivessem outra atitude ou que iriam jogar a toalha, afinal o futebol não é exato. Entretanto, cabe repassar a pergunta do zagueiro ao torcedor: jaconeros, vocês acreditam? 

Sim, o futebol não é lógico e uma vitória na terça-feira poderá mudar esta quadro delicado. Jogar fora de casa também se mostrou mais fácil a este time, que gosta de contra-atacar. Mas depois de 11 meses de futebol e não há, sequer, uma vitória por mês, eu entendo quem já largou. O gol sofrido na quinta foi um belo balde de água fria até nos mais otimistas. Ao mesmo tempo, quero dar meu apoio aos que não desistiram. Futebol só acaba quando tudo for matemático. Então, mantenham-se firmes.

ACBF deve cumprir com favoritismo

Maior detentora de títulos da Serra Gaúcha, a ACBF está prestes a entrar entre os quatro melhores times da Liga Nacional de Futsal. Por mais que a Copagril tenha o planejamento de chegar à semifinal da competição nacional, sabemos que encarando o time de Carlos Barbosa, não será demérito algum cair nas quartas. O clima que o repórter Renan Silveira nos traz do interior paranaense mostra que a equipe laranja está no seu auge pós-mundial. Dificilmente voltará morto de lá. Depois, em casa, o time deverá cumprir com o seu favoritismo. 

Firmino estava voando, Tite reconheceu

O técnico Tite admitiu que Firmino estava “pedindo passagem” durante a Copa. Em entrevista ao programa Redação Sportv, na sexta, ele expôs seus motivos para não colocá-lo entre os titulares. O principal é que Gabriel Jesus foi bem nos 12 jogos que ele comandou antes do Mundial. Em resumo, um pouco de teimosia.

Leia mais
Vídeo: Marquinhos Xavier fala da proximidade com a Copagril e da decisão de sábado
Com atrações do Natal Luz, Gramado espera receber 250 mil pessoas neste feriado

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros