Intervalo: com o fim da Série B, é hora do Juventude acelerar sua preparação para 2019 - Esportes - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Opinião26/11/2018 | 07h00Atualizada em 26/11/2018 | 10h36

Intervalo: com o fim da Série B, é hora do Juventude acelerar sua preparação para 2019

Equipe alviverde deve anunciar novo presidente nesta segunda-feira

Intervalo: com o fim da Série B, é hora do Juventude acelerar sua preparação para 2019 Porthus Junior/Agencia RBS
Foto: Porthus Junior / Agencia RBS

É hora de trabalhar
Após o apito final, o sentimento era de indignação no Jaconi. Dirigentes chegaram a externar o incômodo após a forma vexatória como a equipe se despediu da Série B. Porém, o assunto mais comentado era justamente o próximo passo. 

Com a certeza de que mais de 80% do atual grupo de atletas não permanece para 2019, o Juventude deve ter definido hoje ou, no máximo, amanhã o nome do novo presidente. Walter Dal Zotto Jr. é o favorito. 

Enquanto isso, dirigentes já trabalham nas dispensas e contratações. É hora de trabalhar rápido para não correr o risco de iniciar a próxima temporada muito atrás dos rivais.

Parabéns aos alagoanos
Vale ressaltar o comportamento elogiável da torcida do CSA, antes, durante e após a partida. Sem qualquer sinal de confusão, muitos alagoanos viajaram do Nordeste ao Sul para celebrar um feito histórico da sua equipe e viram suas vozes ecoar em um Jaconi chuvoso e praticamente vazio.

 CAXIAS DO SUL, RS, BRASIL,24/11/2018. Juventude x CSA, jogo válido pela 39ª rodada da série B do Campeonato Brasileiro e realizado no estádio Alfredo Jaconi. O Ju já está rebaixado para a terceira divisão. (Porthus Junior/Agêna RBS)
Foto: Porthus Junior / Agencia RBS

De qualquer forma, não agiram em momento algum de forma desrespeitosa e ainda tiveram na craque Marta um exemplo de simpatia e cordialidade com os fãs. Que o estado de Alagoas aproveite muito bem esse retorno ao convício dos grandes.

Até quando?
Por muito pouco não se tornou uma grande tragédia. A tarde de sábado, que era para ser histórica para o futebol argentino e sul-americano virou motivo de vergonha mundial. 

As imagens apresentadas durante e após o atentado ao ônibus do Boca Juniors só fazem desacreditar ainda mais no ser humano. Mulheres colocando sinalizadores em crianças para entrar no estádio? Pedras arremessadas de um lado a outro sem qualquer receio? Até quando isso será permitido sem duras penas?

Outra vez, a Conmebol mostrou-se ineficiente na organização. E quem pagou foram os torcedores de verdade, aqueles que só queriam assistir ao espetáculo dentro de campo.

Futebol feminino
No jogo de volta da semifinal do Gauchão feminino, o Brasil-Fa perdeu por 4 a 0 para o Inter, neste domingo, no complexo da PUC, em Porto Alegre. Mesmo com o resultado negativo, vale ressaltar a grande campanha da equipe farroupilhense em sua estreia na competição.

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros