Com a promessa de bom futebol, Pingo é apresentado como técnico do Caxias - Esportes - Pioneiro

Versão mobile

 

Gauchão 201930/11/2018 | 11h37Atualizada em 30/11/2018 | 11h37

Com a promessa de bom futebol, Pingo é apresentado como técnico do Caxias

Treinador catarinense comandará uma equipe gaúcha pela primeira vez na carreira

Com a promessa de bom futebol, Pingo é apresentado como técnico do Caxias Porthus Junior / Agência RBS/Agência RBS
Técnico Pingo (E) foi apresentado no Caxias, do vice José Caetano Setti (D), na manhã desta sexta-feira Foto: Porthus Junior / Agência RBS / Agência RBS

Um time aguerrido, mas que "jogue um bom futebol". Essa é a promessa que o técnico Pingo fez ao torcedor do Caxias para a temporada 2019. O treinador foi apresentado na manhã desta sexta-feira como comandante grená para a próxima temporada. Ao seu lado, o clube apresentou o auxiliar técnico Bandoch e o preparador físico George Castilhos, que estavam com Pingo na comissão técnica do Brusque, campeão da Copa Santa Catarina.

No Salão Nobre, no Estádio Centenário, Pingo foi apresentado pelo presidente do Caxias, Vitacir Pellin e pelo vice de futebol José Caetano Setti.

— Há dois anos conversamos com ele. Espero um grande trabalho por tudo o que sei e que vi do Pingo. O clube tem se mantido num patamar bom. Nesses últimos anos temos feito bons times, mas faltou sempre o detalhe. Confio muito no trabalho desta comissão técnica. Espero que seja um grande ano para o Caxias, não só nesta reestruturação, mas que a gente consiga os objetivos também dentro de campo —projetou Setti.

O joinvilense Pingo, 50 anos, ex-jogador de clubes como Grêmio, Cruzeiro, Flamengo e Botafogo, trabalhará pela primeira vez no Rio Grande do Sul como treinador. Antes, comandou equipes principalmente de Santa Catarina, como Joinville, Avaí, Metropolitano e Brusque.

— Vínhamos conversando há muito tempo e eu esperava muito esse momento pela grandeza do Caxias e o que mais me seduziu foi a estrutura. Acho que para um trabalho ser bem realizado é preciso uma boa estrutura fora de campo. É ela que determina o que vai acontecer dentro do campo — comentou Pingo.

Para o treinador, apesar da característica aguerrida que as equipes do Caxias apresentam historicamente, o time grená para 2019 será adepto do futebol pensado do ataque para a defesa.

—A gente escuta muito de equipes jogarem por uma bola. No Caxias vai ser diferente. Ele não vai perder a sua essência, que é de equipe guerreira e de lutar por vitórias, mas vai ser uma equipe que vai jogar futebol. Esse é o estilo que temos, que gostamos. Não vai perder o que a gente sempre teve no Sul, que é de marcação forte, times aguerridos. Mas o bom futebol será apresentado. Isso é certeza — acrescentou.      

Oficialmente, a pré-temporada grená inicia na próxima terça-feira. A tendência é de que o primeiro dia de trabalho conte com, pelo menos, 21 atletas.

Leia Também:
"40% das pessoas que têm o vírus HIV não foram diagnosticadas", alerta diretor de entidade mundial
Comércio 24 horas começa a ganhar espaço em Caxias

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros