Atletas de Caxias do Sul garantem quatro medalhas no badminton - Esportes - Pioneiro

Vers?o mobile

 

Jogos Escolares da Juventude20/11/2018 | 20h53Atualizada em 20/11/2018 | 20h53

Atletas de Caxias do Sul garantem quatro medalhas no badminton

Ricardo Alves levou dois bronzes, Isadora Serafini foi prata e Jéssica da Silva faturou ouro

Atletas de Caxias do Sul garantem quatro medalhas no badminton Roberta Amaral/Divulgação
Foto: Roberta Amaral / Divulgação
Pioneiro
Pioneiro

Um feito inédito e para entrar na história do badminton caxiense. Nesta terça-feira, três alunos que atuam pela equipe do CFEB/Murialdo subiram ao pódio na etapa nacional dos Jogos Escolares da Juventude, em Natal (RN). 

Ricardo Alves, estudante da Escola Estadual Melvin Jones, levou dois bronzes nas disputas de simples e duplas na categoria entre 15 e 17 anos. A parceria medalhista foi com o amazonense Vitor Nascimento.

Já na categoria sub-15 feminina, a decisão foi totalmente caxiense. Na final, Jéssica da Silva levou a melhor sobre Isadora Serafini, ambas alunas do Murialdo.

– Foi fantástica a participação que tivemos. Foi uma competição de alto nível e colocamos o badminton escolar do Rio Grande do Sul, de novo, na vitrine. Tivemos outras chances de medalhas que foram perdidas por detalhe, mas foi um feito histórico para o esporte escolar caxiense – avaliou o técnico Noeslem Lima, que comandou a equipe ao lado do professor Clairton  Contreira.

No vôlei masculino, o time do La Salle/Carmo ficou com a quarta colocação. Após vencer Paraná e Rio Grande do Norte na primeira fase por 2 sets a 0, a equipe gaúcha perdeu para os catarinenses por 3 a 0, na semifinal, e diante dos cariocas, por 2 a 1, na disputa pelo bronze.

Estreia no judô

A judoca Maria Angelina da Rosa, do La Salle Carmo, viaja nesta quarta-feira para os Jogos Escolares, data em que iniciam as disputas na modalidade da atleta do Torino/Nintai.

Maria tem experiência na competição e foi medalhista de ouro em 2016, na categoria 12 a 14 anos, em João Pessoa (PB).  O feito garantiu a ela uma convocação para a seleção brasileira em 2017, ano em que ela novamente subiu ao pódio dos Jogos, desta vez com a prata, em Brasília (DF).

Leia Também
Sonho olímpico em Israel: Venilton Teixeira começa luta por vaga em Tóquio

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros