Um clássico de vida ou morte para Juventude e Brasil-Pel - Esportes - Pioneiro

Versão mobile

 

Série B30/10/2018 | 13h22Atualizada em 30/10/2018 | 13h22

Um clássico de vida ou morte para Juventude e Brasil-Pel

As duas equipes brigam contra o descenso de divisão e duelam na quinta, no Jaconi

Um clássico de vida ou morte para Juventude e Brasil-Pel Porthus Junior/Agencia RBS
Foto: Porthus Junior / Agencia RBS

Juventude e Brasil-Pel vêm protagonizando grandes clássicos nos últimos anos. Este será o quarto pela Série B e talvez o que mais tenha valor. As duas equipes brigam contra o rebaixamento à Terceira Divisão e quem vencer essa partida estará dando um grande passo na fuga desta luta inglória. Enquanto o Ju de Luiz Carlos Winck sairia do Z-4 conquistando os três pontos, inclusive ultrapassando o rubro-negro, uma vitória dos xavantes de Rogério Zimmermann poderia deixar o time com vaga quase garantida entre os 40 maiores clubes nacionais. 

(A partida) encaminha um pouco mais a vida ou a morte de cada um. Com calma. Vamos primeiro focar nesse jogo, independente do que acontecerá depois. Como o Winck sempre coloca para nós: do empate com segurança para  a vitória. Nós queremos essa vitória — afirma o zagueiro Micael.

Os estilos de ambos os treinadores são bem conhecidos. De um lado, a preferência por intensidade, toque de bola e velocidade pelos lados de Winck. Do outro, o time de Zimmermann, que joga na defesa e por apenas uma oportunidade de gol. Essa deverá ser a característica da partida, com os xavantes querendo ser mortais nas poucas chances que irão criar. Para o Ju, a palavra chave é bola na rede.

— Primeiro é concentração e depois paciência. Vai ser um jogo que precisaremos ter calma, estratégia, saber usar a maturidade do nosso time e aí entra a questão da eficiência. Se tiver uma oportunidade, tem que fazer — opina o zagueiro.

Agora não tem mais para onde correr. Para os dois times é vencer ou vencer. Só assim o Z-4 poderá deixar de ser um pesadelo constante. E o melhor é que a vitória alviverde na última semana empolgou os alviverdes para seguirem lutando contra a situação incômoda.

Leia também
Destinação de vagas em escolas de Caxias não será vinculada ao endereço dos alunos em 2019

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros