Primeiro objetivo do Ju é aumentar o número de gols marcados - Esportes - Pioneiro

Versão mobile

 

Série B11/10/2018 | 09h21Atualizada em 11/10/2018 | 09h21

Primeiro objetivo do Ju é aumentar o número de gols marcados

Equipe marcou apenas 22 na competição e precisa melhorar para superar o Goiás

Primeiro objetivo do Ju é aumentar o número de gols marcados Felipe Nyland/Agencia RBS
Foto: Felipe Nyland / Agencia RBS
Pioneiro
Pioneiro

A partida de sexta-feira (12), às 19h15min, no Estádio Alfredo Jaconi, será um encontro de opostos. De um lado, o Juventude com um dos piores ataques da Série B e apenas 22 gols marcados – empatado com o CRB. No outro, o Goiás, segundo melhor setor ofensivo com 43 anotados. 

O único ponto que une os times é a necessidade da vitória. Os goianos querem se manter no G-4. Para o Ju, vale ainda mais. Respirar com três pontos longe da zona de rebaixamento e mexer  o psicológico dos atletas.

– Estamos buscando fazer bons jogos, mas o acaso, às vezes, não nos dá a vitória. No último jogo em casa, o torcedor apoiou, lutamos até o fim e, infelizmente, não conseguimos ganhar (empate sem gols com o Londrina). Com uma vitória aqui, resgataremos a confiança e a tranquilidade para a semana seguinte – opina o lateral-esquerdo Neuton.

Só que para atingir a meta dos três pontos será preciso melhorar os números ofensivos. Além de poucos gols marcados, somente a metade foi feita por jogadores de frente (meias e atacantes). Na comparação com o rival, apenas o camisa 9 do Goiás, Lucão, já marcou 13 e é o artilheiro da competição. Quem mais anotou pelo time de Luiz Carlos Winck foi o zagueiro Rafael Bonfim, com quatro.

Não à toa, o treinador do Ju já deixou explícito que ainda busca um maior rendimento no seu setor ofensivo. A equipe respondeu a estes trabalhos e tem chegado com mais qualidade na última faixa do campo, mas não consegue o principal: balançar as redes mais vezes.

— É só com trabalho. Muitas vezes o difícil é não estar criando, mas estamos tendo oportunidades claras de gol. É o trabalho na semana. Uma hora a bola vai começar a entrar e vamos acabar o campeonato com uma margem boa de tranquilidade — alenta Neuton.

Assim começa o caminho para vencer. Balançando a rede adversária, tendo a concentração para não deixar o Goiás empatar ou virar, como está sendo muito cobrado por Winck após a derrota para o Coxa, e voltando a fazer valer o fator casa. Cumprindo com a lista, o Ju sai do Z-4 já na sexta.

— A proposta é vencer o jogo aqui. Temos condições de ganhar e estamos focando nisso. Precisamos pontuar em casa, porque aqui é a nossa fortaleza e estamos no caminha certo. Queremos ganhar, propor o nosso jogo e poder sair do Z-4 — destaca o lateral-esquerdo.

Leia também
Impasse na licitação dos boxes da Ceasa Serra

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros